Fundamentos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1308 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL

EMILENE GONÇALVES NASCIMENTO

serviço social
HISTÓRIA

Teresópolis
2010

emilene gonçalves nacimento

serviço social
HISTÓRIA

Trabalho apresentado ao Curso (serviçop social) da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina [fundamentos históricos,teóricos e metodológicos doserviço social].

Prof. Claudia Maria Ferreira

Teresópolis

2010

INTRODUÇÃO:

O serviço social surge no século XIX com o aparecimento da classe burguesa(classe dominante), que necessitava de um profissional que controlasse a classe menos favorecida(proletáriado). No inicio surge para fazer trabalhos de caridade, era ligado a igreja católica,não existia uma metodologia ou teoria sobre a profissão. A preocupação da classe dominante era de mascarar um sistema de grande desilgualdade, miseria.
O serviço social passou por vários momentos em sua trajetória. De 1930 à 1945 o serviço social era caritativo, assistencial; 1945 à 1958 os profissionais viram a necessidade de criar métodos e tecnicas e se adptar a realidade; na década de60 acontece a expansão da profissão do assistente social, época de renovação, mudanças na vida social,economia politica e cultura do país, fomos marcados por uma politica militar que limitava o trabalho do assistente social.
O amadurecimento teorico e politico da profissão de serviço social inicia-se na década de 80, e o seu compromisso é com a democracia , liberdade e justiça social.Durante toda sua trajetória o serviço social, cresceu, derrubou barreiras, venceu preconceitos, cresceu em conhecimentos teoricos, históricos e metodológicos, e não para em crescimento e busca de realizações de direitos sociais garantidos.
Em 7 de julho de 1993 foi alterada a lei 3252/57 para a lei que regulamenta a profissão 8662/93 que trouxe principios fundamentais como; reconhecimento daliberdade;defesa dos direitos humanos; ampliação e consolidação da cidadania; opção por um projeto profissional vinculado ao processo de construção de uma nova ordem societária, etc.
Além da lei temos também o códico de ética profissional que se atualizou no decorrer de sua trajetória.
Vale destacar a quianta versão do códico de ética profissional, instituida pela resolução273/93 do CFSS . O códico representa a dimensão ética da profissão, tendo carater normativo e juridico, define direitos e deveres do assistente social, buscando a legitimação social da profissão e a garantia da qualidade dos serviços sociais pretados. Expressa a renovação e o amadurecimento teórico-político do serviço social e evidencia em seus principais fundamentos o compromisso ético-politicoassumido pela categoria.

DESENVOLVIMENTO:

Nas ultimas décadas o serviço social renovou-se em sua interpretação teórica-metodológica e política, quebrando com o tradicionalismo da profissão e se adequando com novas demandas, deixou de ser uma profissão assistencial para uma profissão preocupada com o serviço social que defende os direitso do cidadão, e que para isso precisatrabalhar de maneira presente com as politicas publicas.
Essa quebra desse tradicionalismo no contexto de Netto (2005 p.139) aponta três pontos importantes para essa reflexão; 1º “O reconhecimento de que a profissão ou se sintoniza com ‘as solicitações de uma sociedade em mudança e em crescimento’ ou se arrisca a ver seu exercício profissional ‘relegado a um segundo plano”; 2º levanta-se anecessidade ‘de [...] aperfeiçoar o aparelhamento conceitual do Serviço Social e de [...] elevar o padrão técnico, cientifico e cultural dos profissionais desse campo de atividade; 3º a reivindicação de funções não apenas executivas na programação e implementação de projetos de desenvolvimento.
O Movimento de Reconceituação se cria e se desenvolve a partir da identificação...
tracking img