Fundamentalismo religioso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1188 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O Fundamentalismo Religioso
História

Protestantes americanos
Fundamentalismo como um movimento surgiu nos Estados Unidos, começando entre os conservadores teólogos Presbisterianos na Seminário Teológico de Princeton no final do século XIX. Isto logo se espalhou entre conservadores Batistas e outras denomições por volta de 1910-1920.O propósito do movimento era de reafirmar antigas crençasdos cristãos Protestantes que zelosamente a defendem contra a teologia liberal, alto criticismo, Darwinismo, e outros movimentos que consideram como ameaçadores ao cristianismo.
A primeira formulação das crenças do fundamentalismo americano podem ser ligadas à Conferência Bíblica de Niagara e, em 1910, à Assembléia Geral da Igreja Presbiteriana cuja doutrina se gerou o que ficou conhecido como os"cinco fundamentos":
* A inspiração da Bíblia pelo Espírito Santo e a inerrância das escrituras como resultado disto.
* O nascimento virginal de Cristo.
* A crença de que a morte de Cristo foi a redenção para o pecado.
* A Ressurreição de Jesus.
* A realidade histórica dos milagres de Jesus.

Fundamentalismo islâmico

Os conflitos religiosos entre os Xiitas e os Sunni desdeo 7º século criaram ideologistas radicais, como Ali Shariati (1933–77), mesclando revolução social com fundamentalismo islâmico.

O uso do termo
Fundamentalistas Cristãos que geralmente consideram o termo positivo quando referente a eles próprios, freqüente e fortemente objetam em se colocar numa mesma e única categoria com os fundamentalistas islâmicos e os agrupam em outra categoria. E atémesmo os que aceitam o termo de fundamentalistas islâmicos objetam quando são amplamente rotulados junto com facções que usam seqüestro, assassinato, e atos terroristas para alcançar os seus fins.
Entretanto não há nenhuma objeção para o uso do termo fundamentalista quando usado descrever só grupos Cristãos, e também nenhuma objeções para o uso do termo fundamentalista muçulmano.
Muitos muçulmanostambém protestam contra o uso do termo ao se referir grupos Islâmicos, porque o termo ‘’islâmico’’ abrangeria todos os religiosos inerentes ao Corão, e os escritores ocidentais tem usado o termo só para se referir a grupos extremistas.
Além disso, a maioria dos grupos muçulmanos que também foram fortemente rotulados de fundamentalistas objeta ser colocada na mesma categoria com fundamentalistasCristãos o que eles vêem como religiosamente incorreto, pois não vem distinção teológica entre cristãos fundamentalista e não fundamentalistas. Distintos grupos de fundamentalistas cristãos ou islâmicos não usam o termo fundamentalista para referirem-se a eles próprios ou reciprocamente.
O Livro de Estilos da Associated Press recomenda que o termo fundamentalista não seja usado para qualquergrupo que não aplica o termo a si mesmo. Isto incluiria grupos fundamentalistas cristãos mas excluiria grupos islâmicos, porém alguns redatores e editores de notícias ignoram esta recomendação.

O fenômeno fundamentalista
Embora o termo fundamentalismo popularmente empregado refira-se pejorativamente a qualquer grupo de religioso de infringente de uma maioria, ou refira-se a movimentos étnicosextremistas com motivações (ou inspirações) só nominalmente religiosas, o termo tem um conotação bem precisa .
Fundamentalismo "é um movimento que objetiva voltar ao que é considerado princípios fundamental (ou vigente na fundação) da religião. Especificamente, refere-se a qualquer enclave religioso que intencionalmente resista a identificação com o grupo religioso maior do qual diverge quanto aosprincípios fundamentais dos quais imputa ao grupo religioso maior ter-se desviado ou corrompido pela adoção de princípios alternativos hostis ou contraditórios à identidade original.
A formação de uma identidade separada é julgada necessária por causa de uma percepção de que a comunidade religiosa perdeu a habilidade de se definir em termos religiosos, julgam que os "fundamentos" da religião...
tracking img