Fundadores da sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3551 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Os fundadores da Sociologia

A sociologia é o estudo cientifico da vida humana, de grupos sociais e sociedades inteiras e do mundo humano. O âmbito da sociologia é extremamente amplo, variando da análise de encontros passageiros entre indivíduos nas ruas à investigação de relações internacionais e formas globais de terrorismo.

O desenvolvimento do pensamento sociológico
A sociologia nãoconsiste apenas em coletar fatos, por mais importantes e interessantes que possam ser. Em sociologia queremos saber por que as coisas acontecem e, para fazê-lo, temos de aprender a construir teorias explicativas. Por exemplo, sabemos que a industrialização teve uma grande influência na emergência das sociedades modernas, mas quais são as origens e precondições para a industrialização? Por que aindustrialização está associada em formas de punição criminal ou em estruturas familiares e sistemas matrimoniais? Para responder essas questões, temos que desenvolver um pensamento teórico.

Os fundadores da Sociologia
O estudo sistemático da sociedade é um avanço relativamente recente, com data do final do século XVIII e começo do XIX. A base das origens da sociologia está na série de mudançasavassaladoras trazidas pela Revolução Francesa e pela Revolução Industrial em meados do século XVIII na Europa. A desestruturação nos modos de vida tradicionais causados por essas mudanças resultou nas tentativas de pensadores de entender e explicar como elas ocorreram e quais seriam suas consequências prováveis. Um desenvolvimento-chave foi a utilização da ciência em vez da religião para entender omundo.
Auguste Comte
Atribui-se ao autor francês Auguste Comte (1798-1857) ter inventado a palavra Sociologia substituindo o termo "física social". O pensamento de Comte refletia os acontecimentos turbulentos de sua era. A Revolução Francesa de 1789 mudou a sociedade francesa significativamente, enquanto a disseminação da industrialização estava alterando a vida tradicional da população.
Avisão de Comte para a sociologia era de que ela se tornasse uma "ciência positiva". Ele queria que a sociologia aplicasse os mesmos métodos científicos rigorosos ao estudo da sociedade que os físicos e químicos usam para estudar o mundo físico. O positivismo sustenta que a ciência deve se preocupar apenas com entidades observáveis que sejam conhecidas pela experiência direta. Com base em observaçõescuidadosas, pode-se inferir leis que expliquem a relação entre os fenômenos observados. Compreendendo as relações entre os fatos, os cientistas podem então prever como serão os acontecimentos futuros.
O Positivismo - Devido as transformações desencadeadas pela Revolução Francesa e pela Industrial os pensadores consideravam que a sociedade moderna era dominada pelo caos social pela desorganização epela anarquia. Preocupados com a ordem, a estabilidade e a coesão social, enfatizaram a importância da autoridade, da hierarquia, da tradição e dos valores morais para a conservação da vida social.
As ideias dos conservadores constituíram-se em uma referencia para os pioneiros da sociologia, particularmente os “positivistas”, interessados na preservação da nova ordem econômica e política queestava sendo implantada. Os positivistas foram influenciados pelas ideias dos conservadores. A motivação da obra de Auguste Comte repousa nesse estado de “anarquia” e de “desordem” de sua época histórica. Para que houvesse coesão e equilíbrio na sociedade, seria necessário restabelecer a ordem nas ideias e nos conhecimentos, criando um conjunto de crenças comuns a todos os homens, a que deu o nome de“filosofia positiva”.
A Lei dos Três Estados:
A lei dos três estágios de Comte assinala que as tentativas humanas de entender o mundo passam por estágios teológicos, metafísicos e positivos. A humanidade passou por fases sucessivas de explicação de tudo o que existe.
1. Estado Teológico: também denominado fictício, baseou-se em explicações transcendentais, sintetizando tudo num Deus...
tracking img