Funcionamento dos veleiros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2328 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COMO FUNCIONAM OS VELEIROS


1. Introdução a Como funcionam os veleiros

Os veleiros são uma das primeiras e mais revolucionárias invenções da humanidade no campo dos transportes. Movidos primordialmente pelo vento.
Ainda que ninguém saiba ao certo quando o primeiro veleiro foi construído, arqueólogos encontraram restos de embarcações primitivas, semelhantes a canoas, que datam dos antigosEgito e Mesopotâmia. Desde então, o projeto de barcos evoluiu constantemente de forma a melhorar a velocidade, a manobrabilidade e a capacidade de carga, refletindo inovações estéticas e tecnológicas únicas.

Como exemplo, para construir os barcos com cabeça de dragão que caracterizavam sua cultura, os vikings usavam machados, em lugar de serras, a fim de cortar peças de madeira mais longas eleves, que permitiam jornadas mais rápidas. Esses barcos, conhecidos como drakkar, dominavam os mares ao tirar vantagem do vento, com suas velas quadradas para navegar distâncias mais longas, e dos seus remadores para ataques velozes. Posteriormente, os juncos chineses do século 15, com suas características velas em concha, eram tão bem construídos para resistir aos tufões de sua região queterminaram por atingir a costa leste da África e o Golfo Pérsico mais de 50 anos antes dos exploradores europeus. Hoje, iates de regata especializados cortam as águas em velocidade superior à do vento.
Embora esses espantosos navios variassem em tamanho e capacidade, todos eles estavam unidos pelos elementos comuns aos veleiros. Quer grandes, quer pequenos, os barcos do passado e do presentecompartilham da mesma capacidade de flutuação e movimento. Neste artigo, vamos estudar como funcionam as partes básicas de um veleiro, como os princípios da física permitem que eles flutuem e como o projeto de veleiros continua a evoluir


2. Componentes básicos de um veleiro

O veleiro comum compreende oito partes essenciais: casco, cana do leme, leme, vela principal, mastro, retranca, bujarrona equilha. O casco é a concha externa do barco e abriga todos os componentes internos. Sua forma simétrica dá equilíbrio ao veleiro e reduz o arrasto, ou o empuxo para trás causado pela fricção que o movimento na água gera. Dentro do casco, na popa, ou parte traseira, fica a cana do leme, afixada ao leme, que fica dentro da água. Pense na cana do leme como o volante e no leme como o pneu de um barco.Para manobrar um veleiro para a direita, você move a cana do leme para a direita do barco, mudando a posição do leme. Se você pensar no leme como volante, então as velas e a quilha são os motores. A vela principal é a maior vela, que captura a maior parte do poder eólico necessário a propelir o veleiro. Seu lado vertical fica preso ao mastro, uma viga longa e vertical, e o lado horizontal ficapreso à retranca, uma longa viga paralela ao convés.
Os marinheiros podem girar a retranca em 360 graus no plano horizontal, para permitir que a vela principal obtenha o máximo possível de vento. Quando a retranca fica perpendicular ao vento, a vela principal se infla para fora. Na situação oposta, paralela ao vento, ela pende inerte do mastro. Essa liberdade de movimento permite que os velejadorescapturem o vento não importa de onde sopre. A bujarrona é uma vela menor, triangular e fixa, que propicia potência adicional à vela principal. A quilha, uma prancha longa e esguia que se estende do fundo do barco, oferece um vetor de equilíbrio sob a água, e impede que o barco emborque. Nos veleiros de menor porte, uma deriva serve para finalidade semelhante ao da quilha, mas pode ser erguida oubaixada na água, para permitir navegação em águas mais rasas.
Antes que um barco se torne capaz de movimento na água, é necessário que ele flutue.


3. Como flutuam os veleiros

A flutuação depende de duas coisas: deslocamento e densidade. O Princípio de Arquimedes, que explica o conceito de flutuação, estipula que, a fim de que um objeto flutue, ele deve deslocar um volume de água...
tracking img