Fruticultura paraense

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1208 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1) Introdução.
  A fruticultura é o ramo da agricultura que pode ser conceituada como sendo o conjunto de técnicas e práticas aplicadas adequadamente com o objetivo de explorar plantas que produzam frutas comestíveis, comercialmente.
No Brasil a atividade da fruticultura encontra-se mais intensificada nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Pernambuco, Alagoas e alguns estados doNordeste e Norte.
Essa atividade emprega diversos trabalhadores, que realizam atividades de plantação, colheita, seleção, acondicionamento e o transporte da produção. Além disso, o setor frutícola proporciona aos produtos uma margem de lucro de 20 a 40% de rendimento bruto. O consumo per capita brasileiro é de 57 Kg/pessoa/ano, equivalendo a um terço do consumo do europeu e do norte americano que éde 140 e 150 KG/pessoa/ano respectivamente.

2) Produção Nacional.
O Brasil é o terceiro produtor mundial de frutas com mais de 40 milhões de toneladas, distribuídas em uma área de 2,3 milhões de hectares (só de frutíferas) representadas principalmente pelas culturas da laranja, banana, coco, abacaxi, mamão. Porém o Brasil possui uma produção tímida no mercado global devido ao fraco desempenhodas exportações brasileiras de fruta: os altos requisitos de qualidade; restrições fitossanitárias; barreiras protecionistas; assimetria de informações; falta de coordenação dos produtores; pouco incentivo em divulgação e em pesquisas e falta de apoio do governo.
O mercado interno é, e continuará sendo, o principal destino da produção nacional de frutas, o que é natural se considerarmos ademanda da população brasileira, em que pese o consumo per capita ainda seja muito baixo. Mas é bom que fique claro que as exportações não são constituídas pelo excedente da Ao mercado externo são destinados menos de 3% da produção de frutas frescas, tendo como principais destinos o mercado europeu e norte-americano. Ao contrário do que muitos pensam, consegue exportar aquele produtor que temtecnologia adequada de produção, custos competitivos, qualidade de fruto, variedades adequadas, capital, logística e acesso aos distribuidores, o que, infelizmente, apenas uma pequena parcela dos nossos produtores de frutas consegue atender.

3) Produção Paraense.
A Amazônia brasileira é um celeiro de produtos naturais. Na área da fruticultura  o Pará se destaca no cultivo de fruteiras como o cupuaçu,açaí, bacuri, laranja, muruci, taperebá, abacaxi, goiaba, acerola, e muitas delas típicas da região. 
O setor vem alcançando um desenvolvimento significativo, integrando o cultivo de espécies nativas com outras adaptadas e de mercado consolidado. O potencial agroindustrial das frutas exóticas da Amazônia é gigantesco em função, principalmente, de características como sabor, aroma e cor. Autilização do produto é basicamente na forma de sucos, doces, licores, geléias e sorvetes.
Para a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o arranjo produtivo de frutas da Amazônia é um dos mais dinâmicos quanto às possibilidades de desenvolvimento na forma de sistemas agroflorestais sustentáveis uma vez que sua produção é estruturada em pequenas unidades produtivas.
O Estado do Pará éo maior produtor de frutas da Amazônia. Parte da produção ainda é extrativa, porém, o processo de industrialização de frutas está mudando o cenário para os plantios racionais. Isto já é fato para o açaí e o cupuaçu. Das frutas tropicais não oriundas da Amazônia, as maiores áreas são de laranja, maracujá, acerola, abacaxi e goiaba, todas vinculadas a processos industriais e concentradas nonordeste paraense, exceto o abacaxi, que se concentra no sudeste paraense. A produção destas frutas de origem extrativa, manejada ou cultivada, assim como o processamento agroindustrial é intensivo em mão de obra e realizado em pequenas unidades produtivas heterogêneas.
Em 2004, toda a cadeia produtiva de frutas do Estado do Pará (produção, processamento e distribuição) ocupou direta e indiretamente...
tracking img