Franz boas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1068 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O legado de Franz Boas
Por Adelto Gonçalves

É difícil acreditar que Franz Boas (1858-1942), um dos fundadores da moderna antropologia, tenha a sua obra conhecida do leitor brasileiro só 62 anos depois de sua morte. Mais inacreditável ainda é que, rompendo esse silêncio, saiam à luz no mesmo ano por editoras diferentes dois livros que tratam da obra do antropólogo que mais influenciou GilbertoFreyre: no Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor lançou em fevereiro Antropologia Cultural, coletânea de cinco ensaios do pensador; e, em São Paulo, a Editora Hucitec acaba de mandar para as livrarias Nascimento da Antropologia Cultural: a obra de Franz Boas, de Margarida Maria Moura, professora do Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade deSão Paulo (USP).
Originalmente apresentado como tese de livre-docência na USP em 2000, este trabalho discute a vida e a obra de Boas, antropólogo que revolucionou os meios intelectuais na primeira metade do século XX, afirmando o conceito de cultura como fator explicativo das diversidades sociais, em contraposição às teorias hegemônicas que até então explicavam a evolução da espécie humana a partirde determinações raciais, geográficas e econômicas. A igualdade básica dos grupos humanos foi tese que sempre defendeu em toda a sua vida.
Nascido em Minden, na Vestefália, Alemanha, numa família judaica de alta posição social, Boas teve, desde cedo, uma sólida formação, apaixonando-se por Goethe. Adolescente, leu o teatro grego, a poesia e a filosofia, tanto as clássicas quanto ascontemporâneas, como diz a professora Margarida Maria Moura, ao traçar um bem acabado perfil do antropólogo. Ainda jovem, Boas, com o apoio financeiro do pai comerciante, depois de passagens pelas universidades de Heidelberg, Bonn e Kiel nas quais estudou filosofia, geografia e física, participou de uma expedição às regiões polares do Canadá, onde encontrou a matéria de seu maior interesse – a vida dosesquimós, hoje conhecidos como Inuit. 
No verão de 1886, começou uma detalhada pesquisa etnográfica entre os Kwakiutl da Colúmbia Britânica que redundaria na redação de Kwakiutl Ethnography, que também abrangeria outros povos da região. Depois, em 1896, passou a atuar tanto na pesquisa como no ensino da antropologia na Universidade de Colúmbia, em Nova York, onde em 1901 formou o primeiro doutor sob suaorientação, Alfred Kroeber, que abriu uma série notável de nomes tanto masculinos quanto femininos da antropologia norte-americana.
Além de exercer poderosa influência sobre a antropologia mexicana moderna, ao dirigir de 1911 e 1912 a Escuela Internacional de Arqueología e Etnología Americanas e manter intenso trabalho de cooperação, interrompido pela eclosão da Primeira Guerra Mundial, Boas aindaestendeu seus conhecimentos à Alemanha, França e Canadá. 
No Brasil, sua influência dá-se a partir dos primeiros anos do século XIX, como prova o fato de o pensador político Alberto Torres, falecido em 1917, ter mantido diálogo com sua obra. Embora conservador e autoritário, como diz Margarida Maria Moura, Torres acreditava na antropologia anti-racista do mestre, que contrastava com a tradiçãode inferioridade racial dos negros e índios e do brasileiro em geral.
Na conservadora sociedade norte-americana das primeiras décadas do século XX, Boas desempenhou um papel público importante na luta contra o racismo e a favor da liberdade intelectual, cujo episódio mais agudo, a respeito do blue lumbar spot, Margarida Maria Moura recupera com detalhes. O blue lumbar spot nada mais é que oconhecido jenipapo na bunda, sinal de mestiçagem chamado em português também de mancha mongólica, que ocorre na mistura entre branco e negro, branco e índio e outros grupos homogêneos como os amarelos. 
Esse sinal de mestiçagem serviu nos Estados Unidos na década de 1930 como argumento para barrar a entrada no país de crianças armênias sob a alegação de que seu caráter genético mongólico e,...
tracking img