Fluxo em lote

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3031 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO GRANDE RIO “PROFESSOR JOSÉ DE SOUZA HERDY”
ESCOLA DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA
CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO













PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO



DUQUE DE CAXIAS
2012


PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO




Trabalho apresentado à Universidade do Grande Rio “Professor José de Souza Herdy” como requisito para a obtenção de notana disciplina de Introdução a Engenharia de Produção, 1º período.
Profª Leonardo de Aragão






DUQUE DE CAXIAS
2012
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO..........................................................................................................4-5
2. HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DO PLANEJAMENTO................................................6-7
3.ESTRATÉGIA............................................................................................................8-9
4. PLANEJAMENTO......................................................................................................10
5. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO....................................................................11-12
6. METODOLOGIA DO PLANEJAMENTOESTRATÉGICO.............................. 13-16
7. A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO..................................17
8. FOCO NO MERCADO...............................................................................................18
9. CONCLUSÃO.............................................................................................................19REFERÊNCIAS................................................................................................................ 20

























INTRODUÇÃO
Planejamento é uma forma de organizar idéias com relação a um certo tema e estabelecer objetivos e metas, com o propósito de se atingir um determinado resultado. Isto é novo?

Claro que não. Desde que o mundo é mundo, o ser humano utiliza, mesmo que intuitivamente,alguma forma de planejamento para sobreviver e mais, para antecipar-se a eventos, tomando decisões que lhe pareçam as mais acertadas.

O homem está em constante busca de novas invenções e mudanças. O futuro desperta a imaginação das pessoas, tanto em razão da própria curiosidade, inerente ao homem, quanto ao medo causado pela insegurança desse contexto mutável em que estamos inseridos.Planejar, portanto é uma atividade inerente é uma atividade inerente ao ser humano. É bem verdade que até o início da idade média, quase todas as atividades produtivas ou sociais eram marcadas pelo misticismo e pela tradição.

De uma maneira geral, os processos produtivos eram repetidos por centenas de anos, até que uma ruptura, uma invenção, um novo processo fosse introduzido. A época moderna podeser considerada como uma época de “revolução social” cuja base consiste na “substituição do modo de produção feudal pelo modo de produção capitalista”.

A partir do século XV o comércio cresceu extraordinariamente, fruto, naturalmente, de modificações ocorridas no interior das sociedades feudais européias (aumento da população, crescimento das cidades, desenvolvimento das manufaturas, etc).Esta época pode-se caracterizar por um desanuviamento da “triologia negra” – fomes, pestes e guerras – criando condições propícias às descobertas marítimas e ao encontro de povos. A oferta de alimentos diminui e planejar, mesmo intuitivamente, foi uma necessidade dos estados, sociedades, empresas e pessoas.

Cinco séculos se passaram e vivemos uma realidade distante e bem distinta. Os fatos e asdescobertas científicas desse mundo conectado, transmitidos instantaneamente, geram reflexos imediatos nas pessoas e nas organizações. Isso provoca um quadro de absoluta incerteza, onde a conjugação de inúmeras variáveis pode modificar as condicionantes atuais, criando novos cenários. Pode-se dizer que vivemos a “Era da incerteza”. Desta forma, mais do que nunca, planejar é fundamental....
tracking img