Florbela espanca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1954 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FLORBELA ESPANCA
IDENTIDADE E ALTERIDADE

HERMILIANY MARIA MAQUARTE GUMES E SILVA



“O meu mundo não é como o dos outros,
quero demais, exijo demais,
há em mim uma sede de infinito,
uma angústia constante que
eu nem mesmo compreendo,
pois estou longe de ser uma pessimista;
sou antes uma exaltada, com uma alma intensa,
violenta, atormentada, uma alma que
não se sente bemonde está,
que tem saudades...
sei lá de quê!”
(Florbela Espanca)
Ao analisar a biografia e antologia poética de Florbela Espanca percebe-se a predominância de linhas direcionadas a procura da identidade. Desde seus primeiros escritos, construir-se como escritora e construir-se como pessoa têm sido faces de um mesmo projeto. Isso significa que, ao escrever, a poetisa busca por sua identidade,mesmo que seja pela tensão entre identidade e alteridade, perceptível na estratégia especular de traçar um auto-retrato tendo o outro como referencial. Noutras palavras, sob o signo permanente de crises e conflitos, a Florbela poetisa não se distancia de sua condição de mulher, sua maneira de ser, das contradições e preconceitos próprios de sua época conservadora, mas expressa em seus escritos oseu estado de incompreensão e de invisibilidade.
Ciente dos riscos que há entre comparar o eu-lírico e o poeta, penso, entretanto, que, no caso da escritora, encontra-se em cada poema a expressão da dor que, em meio às grandes perdas e lutas diárias, transforma-se em matéria poética, embora muitos críticos considerem que “a verdadeira Florbela e a poeta deve ser lida pelo que deixou em texto semvínculo com sua vida particular.”
Nos escritos da alentejana, essa hipótese se comprova com extrema facilidade através de um vasto repertório que inclui cartas pessoais, narrativas e poemas que antecipam realidades a partir da conjugação de fatores de seu tempo, bem como das ilações tiradas a partir da comparação vida e obra. Mais do que comprometida com o seu ideal, Florbela é obcecada por suaprópria identidade. Um a um de seus textos estão empenhados e comprometidos em desmistificar os preconceitos que rondam o espaço e o tempo daquela que teve a sorte ou acaso de nascer.
De 1919 – data da publicação da obra “Livro de Mágoas” – temos os primeiros textos de Florbela compilados em obra. Como o próprio título do livro sugere, parte dos poemas se caracteriza pelo uso de temas como osofrimento, a solidão, o desencanto. Sua linguagem é pessoal, centrada em suas próprias ânsias e frustrações.
Aos 25 anos, quando a obra de Florbela Espanca vem consolidar sua presença na história da literatura portuguesa, seus poemas podem ser vistos como uma construção literária emblemática das expectativas das várias gerações imbuídas pelo desejo de viver intensamente cada momento da vida. Em suatrajetória poética, a valorização dos elementos constitutivos da contracultura ultrapassaria os limites da referência para apoiar-se em uma intransigência real. Nessa trajetória assinala o avanço de temas dicotômicos em que podemos observar muitos sinais de ambigüidade e de contradição tão intrinsecamente presentes na poesia florbeliana.
No “Livro de Mágoas”, foi publicado o poema “EU”, que constrói oauto-retrato da poetisa.
Eu

Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho, e desta sorte
Sou a crucificada... a dolorida...
Sombra de névoa tênue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!...
Sou aquela que passa e ninguém vê...
Sou a que chamam triste sem oser...
Sou a que chora sem saber por quê...
Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver,
E que nunca na vida me encontrou!
Através desse poema, Florbela Espanca oferece-nos uma descrição de características e valores representativos de dois universos em princípio antagônicos, cujos traços podem ser detectados pelo tema e formas poéticas usadas. Estruturalmente,...
tracking img