Fisiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1159 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Morfologia dos vasos sanguíneos

Sendo o sangue conduzido por meio de um sistema (circulatório) intercomunicado através dos vasos sanguíneos, estes necessitam de uma resistente coesão entre as células que os formam, para que possam transportar com eficiência o fluido sanguíneo que percorre toda a dimensão corpórea, levando ou recolhendo substâncias. 

Contudo, sendo um sistema permeável,conferindo propriedades que permitem absorção e difusão de elementos (soluto: íons, moléculas orgânicas e inorgânicas) e até mesmo micro-organismos parasitas (protozoários, bactérias e vírus) ou algumas formas de invertebrados (larvas de nematódeos). 

Neste sentido, o revestimento dos vasos confere importante funcionamento do organismo, seja na distribuição de elementos que proporcionam as reaçõesdinâmicas da homeostase, ou mesmo conferindo proteção por meio do simples impedimento físico que dificulta contaminações e processos infecciosos. 

Dessa forma, a parede dos vasos (artérias, veias e capilares) é formada por camadas de células e matriz intracelular, apresentando características particulares em função da resistência e esforço sobre a superfície de suas estruturas. 

Estrutura das Artériase Veias: 

As artérias e as veias possuem três camadas de tecidos distintos: internamente são constituídas por células pavimentosas (achatadas) unidas por junções intercelulares. Adjacente a esta camada, envolvendo as células, forma-se uma camada de fibras elásticas e musculares (músculo liso). E mais externamente, o tecido conjuntivo (rico em fibras colágenas) forma uma terceira camadaresponsável pela manutenção e nutrição das células. 

Uma diferença entre as artérias e as veias está relacionada à dimensão da camada intermediária (músculo liso e fibras elásticas): mais espessura nas artérias e mais delgada nas veias, em razão da capacidade de pressão em virtude das contrações sistólicas do coração. Além da presença de válvulas nas veias, que não permitem o refluxo sanguíneo quando osangue retorna ao coração.
Lei de Frank-Starling:

Estabelece que o coração, dentro de limites fisiológicos, é capaz de ejetar todo o volume de sangue que recebe proveniente do retorno venoso.
Podemos então concluir que o coração pode regular sua atividade a cada momento, seja aumentando o débito cardíaco, seja reduzindo-o, de acordo com a necessidade.
Vejamos, portanto, de que forma o coraçãocontrola sua atividade:
Controle da Atividade Cardíaca:
O controle da atividade cardíaca se faz tanto de forma intrínseca como também de forma extrínseca.
Controle Intrínseco: 
 
* Ao receber maior volume de sangue proveniente do retorno venoso, as fibras musculares cardíacas se tornam mais distendidas devido ao maior enchimento de suas câmaras. Isso faz com que, ao se contraírem durante a sístole, ofazem com uma maior força. Uma maior força de contração, consequentemente, aumenta o volume de sangue ejetado a cada sístole (Volume Sistólico). Aumentando o volume sistólico aumenta também, como conseqüência, o Débito Cardíaco (DC = VS x FC).
Outra forma de controle intrínseco:
* Ao receber maior volume de sangue proveniente do retorno venoso, as fibras musculares cardíacas se tornam maisdistendidas devido ao maior enchimento de suas câmaras, inclusive as fibras de Purkinje. As fibras de Purkinje, mais distendidas, tornam-se mais excitáveis. A maior excitabilidade das mesmas acaba acarretando uma maior freqüência de descarga rítmica na despolarização espontânea de tais fibras. Como consequência, um aumento na Frequência Cardíaca se verifica. O aumento na Frequência Cardíaca faz comque ocorra também um aumento no Débito Cardíaco (DC = VS X FC).
Controle extrínseco:
Além do controle intrínseco o coração também pode aumentar ou reduzir sua atividade dependendo do grau de atividade do Sistema Nervoso Autônomo (SNA).
O Sistema Nervoso Autônomo, de forma automática e independendo de nossa vontade consciente, exerce influência no funcionamento de diversos tecidos do nosso corpo...
tracking img