Fisiologia renal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2239 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1

FISIOLOGIA RENAL
Função Renal • Excreção de subprodutos metabólicos • Regulação do volume e composição do Líquido extra celular (LEC) • Manutenção do equilíbrio ácido-básico e da pressão sanguínea • Estímulo para a produção de hemácias Estrutura do Rim Macrosestrutura • Órgãos pares e suspensos na parede dorsal da cavidade abdominal por uma dobra peritonial • A nutrição é feita pela artériarenal que emerge diretamente aorta e a drenagem é feita pela veia renal que drena diretamente na cava.

• Apresenta forma variável entre as espécies . Na maioria das espécies têm formato de feijão. No cavalo têm forma de coração e no bovino é lobulado • Apresenta a córtex externamente, a medula internamente e um hilo renal onde penetram vasos sanguíneos e nervos e emergem vasos sanguíneos,linfáticos, nervos e ureteres.

• O principal nervo que chega ao rim é de origem simpática e suas fibras terminam na maioria das vezes nas arteríolas glomerulares • Ureter é um tubo muscular que conduz a urina até a vesícula urinária. • A união do ureter na vesícula urinária é feita de forma obliqua (junção ureterovesicular) permitindo o funcionamento como uma válvula que evita o refluxo da urinaquando do enchimento.

2

• A vesícula urinária (Bexiga) é um órgão muscular (musc. liso), oco e complacente, formado por um epitélio de transição. • A vesícula urinária apresenta um colo que se liga à uretra através do esfincter externo (músculo esquelético)

Microestrutura • A unidade funcional renal é o néfron . É composto pelo glomérulo, cápsula de Bowman, Túbulo contorcido proximal (TCP),Alça de Henle ( Ramo descendente delgado, Ramo ascendente delgado, Ramo ascendente espesso), Túbulo contorcido Distal, Túbulo coletor cortical e Ducto Coletor. Este último deságua na Pelve Renal. • Número de néfrons entre as espécies Bovinos - 4 milhões Suíno – 1,25 milhões Humanos – 1 milhão Cão – 500 mil Gato 250 mil • Dentro das espécies, quando ocorre variação do tamanho do animal, não ocorrevariação no número de néfrons, ocorre um aumento do tamanho do néfron • Dois tipos principais de néfrons podem ser evidenciados considerando-se a localização do glomérulo e a profundidade de penetração da alça de Henle na medula Néfrons corticais ou corticomedulares associados com alça de Henle curta Néfrons justamedulares associados com alça de Henle longa.
Obs* 100% dos nefrons dos cães egatos são de alça longa . Nos humanos representam 14% do total e nos suínos apenas 3%.

GLOMÉRULO

3

• Tufo capilar onde ocorre a filtração do plasma e inicia a formação da urina. • Apresenta uma arteríola aferente e uma arteríola eferente. • A arteríola eferente dá origem a uma estrutura vascular (capilares peritubulares ou Vasa Recta) que penetra na medula renal e envolve a alça de Henle.CÁPSULA DE BOWMAN É uma camada de células epiteliais que envolve o glomérulo e recebe o filtrado glomerular conduzindo-o do espaço de Bowman para o Túbulo contorcido Proximal ALÇA DE HENLE • Apresenta 3 segmentos = Ramo descendente delgado, ascendente delgado e ascendente espesso (A diferença está na altura do epitélio do túbulo e não no calibre deste) TÚBULO CONTORCIDO DISTAL (TCD) • O Ramoascendente da alça de Henle retorna até o glomérulo e passa entre a arteríola aferente e eferente e prossegue dali como Túbulo Contorcido Distal (TCD) • A junção do TCD com o glomérulo é chamada de Aparelho Justaglomerular. • O TCD se une ao Túbulo coletor cortical que está ligado ao Duto coletor e finalmente à Pelve Renal

FORMAÇÃO DA URINA
• Envolve 3 processos: Filtração glomerular, reabsorçãotubular e secreção tubular.
• Uma substância para ser reabsorvida deverá passar através da célula tubular, difundir-se no meio intersticial e transpor o endotélio capilar para atingir o seu lume. Uma substância para secretada deverá passar pelo endotélio do capilar, difundir no meio intersticial e transpor a célula epitelial tubular para atingir o lume do túbulo.


4

FILTRAÇÃO GLOMERULAR...
tracking img