Fisica de aristoteles

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (283 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A grande pergunta que esses dois grandes filósofos e cientistas tentam responder é: “O que coloca e o que mantém o corpo em movimento?” Aristóteles conjectura sobreum movimento natural e violento. O movimento natural é aquele que leva o corpo ao seu lugar natural. Por exemplo, o lugar natural de um corpo pesado é o centro doUniverso que coincidia com o centro da Terra.
Se houvesse vácuo, a velocidade do movimento tenderia ao infinito, segundo Aristóteles. Mas, para esse filosofo issoseria incoerente quando se considera o fato de o universo ser finito, este conclui, então que não existe vácuo. Aqui é perceptível alguns traços do princípio deinércia de Newton, pois se Aristóteles chegasse a ponderar a existência do vácuo, teria chegado num equivalente ao referido principio.
Aristóteles, então, atenta o seuolhar para explicar o porquê da queda dos corpos. Como ele acreditava que todo corpo que se move é movido por outro, introduz o conceito da antiperístase, que seria oar como fator secundário do movimento. Quando o corpo perde o contato com o agente primário, este desloca o ar que está a sua frente, o ar por sua vez tende ao seulugar natural (aquele lugar anterior ao deslocamento) empurrando o corpo para frente, o movimento cessa quando a resistência do ar fizer parar o movimento do mesmo.Newton não contesta a existência do vácuo como fez Aristóteles, e é a partir daí que define seus conceitos para a formulação das suas leis. A lei da inércia, todocorpo tende a permanecer em movimento ou em repouso a não ser que uma força seja aplicada sobre ele, é fundamentada, justamente, na hipótese da existência do vácuo.
tracking img