Filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1818 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIDERP



FILOSOFIA

RA: 270169 ANNA CRISTINA DOS SANTOS
RA: 241881 GEUSA DE AMORIM SOUSA
RA: 270173 MARIA DO SOCORRO DA SILVA
RA: 268949 SAYONARA SANTOS DE JESUS

Juazeiro BA
2010-11-26
INTRODUÇÃO

O intuito deste ensaio é a reflexão a respeito da relaçãoexistente entre Filosofia e o Serviço Social. Para tanto se relatará ao decorrer deste as principais conexões entre Filosofia e Serviço Social. Revelando a importância da Filosofia na prática do assistente social, discutindo a importância da mesma na relação entre os indivíduos, da sociedade como um todo.
Tratando da Filosofia na antiguidade com os pré socráticos, no Renascimento, noEmpirismo até a Filosofia Contemporânea com o Idealismo. Fazendo observações da importância de se ter a Filosofia como uma das bases para a prática e o desenvolvimento da ação do assistente social, tendo a mesma como luz para o amplo caminho que se fará frente a nós, e base para inovação e senso para devida tomada de ações.

FILOSOFIA DA ANTIGUIDADE- PRÉ SOGRÁTICOS- SÓCRATES

Os PréSocráticos são filósofos que viveram na Grécia Antiga, assim chamados, pois são os que vieram antes de Sócrates. Muito pouco de suas obras está disponível, restando apenas fragmentos, são chamados de naturalistas, pois investigou questões pertinentes a esta, como de que é feito o mundo, adotando uma forma científica de pensar. Alguns se propuseram a explicar as transformações da natureza, tinhampreocupação cosmológica.

Alguns Pré Socráticos e suas observações.

Tales de Mileto- defendia que a água, o indefinido, e o ar eram o princípio ou origem de todas as coisas. Preocupava-se em encontrar a unidade por detrás da multiplicidade dos objetos do universo, e o princípio de explicação da natureza a partir da própria natureza.

Heráclito- Foi muito critico chama a atenção além dapluralidade, para os opostos tanto o bem como o mal são necessário, Deus se manifesta na natureza. Era um defensor da mudança dizia que não se podia penetrar duas vezes no mesmo rio.

Parmênides- Filosofo da escola eleotica, suas conclusões são contrarias as de Heráclito, dizia que nada pode mudar, só existe o ser, imutável, eterno e único, em oposição ao não ser.

Anaxágoras- Interessava-se muito porastronomia foi banido por considerar o sol uma pedra incandescente e a lua uma terra, negando a divindade desses corpos celestes.

Empédocles- Foi o criador da teoria dos quatro elementos que vigoraria ate a era moderna: terra, água, ar e fogo, seriam os componentes últimos das coisas, ora reunidos sob a atração do amor, ora separados pela força da discórdia.

SÓCRATES

Sócrates viveu emAtenas no século V a.c era considerado pelos seus contemporâneos um dos homens mais sábios e inteligentes, seu método de transmissão de conhecimento e sabedoria era o diálogo quando falava, era dono de estranho fascínio, questionava as pessoas sobre as suas idéias e tudo aquilo que conheciam. Em função de suas idéias inovadoras para a sociedade, começa a atrair a atenção de muitos jovens, mas Sócratesnão foi muito bem aceito por parte da aristocracia grega, pois defendia algumas idéias contrárias ao funcionamento da sociedade grega. Foi preso, acusado de pretender subverter a ordem social, corromper a juventude e provocar mudanças na religião grega, foi julgado e condenado a morte. Sócrates nada escreveu tudo o que sabemos de suas idéias se baseia nas informações de dois discípulos eentusiasmados admiradores, Platão e Xenofonte.

IMPORTÂNCIA DA FILOSOFIA PARA “DECIFRAR” A SOCIEDADE E O MUNDO EM QUE SE VIVE

A filosofia tem uma história que já dura mais de 2.500 anos. Nasceu na Grécia antiga, com os primeiros filósofos, chamados pré- Socráticos. A filosofia não é compreendida hoje apenas como um saber específico, mas também como uma atitude em relação ao conhecimento, de...
tracking img