Filosofia medieval - resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 5 (1055 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 30 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo

Filosofia Medieval

A filosofia da Idade Média (mais ou menos 10 séculos) foi marcada por grandes figuras filosóficas que, em sua maioria, tinham, suas fontes no pensamento grego. Foi um período voltado ao passado, na direção dos grandes nomes da filosofia grega. Por esse motivo, não se pode dizer que a Filosofia Medieval tenha sido um período criativo, sob o ponto de vistafilosófico.
Importante mencionar também que nesse período a filosofia tornou-se subordinada ao cristianismo, deixando de ocupar uma posição independente e passando a ser estudada, principalmente, pelos teólogos.
Essas características podiam ser melhor observadas no início do período e tornaram-se menos visíveis ao seu término.

Agostinho
Foi um filósofo de influência notada do neoplatonismo, porém suasobras possuíam de caráter religioso. Embora sua mãe fosse cristã, antes de converter-se ao Cristianismo, Agostinho frequentou a seita maniqueísta. A leitura das obras neoplatônicas, juntamente com outros fatos de sua vida resultaram na sua conversão ao Cristianismo e seu ingresso na Igreja.
Sua filosofia estava fundamentada na crença de que a verdade e a felicidade residem em Deus. Agostinhoconsiderava as ideias inatas ao homem – juízo geral – uma clara indicação da existência Divina. O conhecimento seria, portanto, em maior ou menor grau, produto da iluminação que Deus nos concede.
Outro aspecto relevante da filosofia de Agostinho relacionava-se ao objetivo da humanidade: ser uno com Deus. Alcançando essa meta o homem encontraria a felicidade e a bem-aventurança. Seria também esse afinalidade da filosofia.
Sua filosofia encerra algumas contradições. A primeira reside na contraposição da ideia de que Deus existe na eternidade, com a ideia de tempo – doutrina da criação – trazida pela própria Igreja. A segunda consiste no fato de que Agostinho acreditava serem os homens dotados de livre-arbítrio, não obstante também acreditasse que o mundo houvesse sido criado com “sementes defenômenos futuros” – doutrina de “razões seminais” – o que parece implicar numa visão determinista das coisas.

Boécio
Nascido mais ou menos 50 anos após a morte de Agostinho, retomou a questão que envolvia o conhecimento eterno por Deus de sua criação x liberdade humana. Defendia que não havia contradição entre o conhecimento prévio da Divindade e o livre-arbítrio do homem. Para ele,conhecimento prévio não se confunde com determinação.
Mereceu destaque também por ter sido o último filósofo na parte ocidental do Império Romano e ter contato direto com as obras de Platão e Aristóteles.

João Escoto Erígina
Surgido 300 anos depois de Boécio, trazia ainda a influência da filosofia grega em razão dos conhecimentos que possuía que o permitiram traduzir trabalhos de Gregório de Nissa edo Pseudo-Dionísio.
Trazia uma filosofia essencialmente religiosa, avançando para o caráter místico e metafísico das questões.
Em sua principal obra, On the Division of Nature, divide as coisas em fases:
1. A natureza cria, mas não é criada – Deus;
2. A natureza cria e é criada – causas primordiais;
3. A natureza é criada e não cria – a própria natureza, no sentido convencional;
4. Anatureza nem é criada nem cria – o fim das coisa, o retorno a Deus.

Os Árabes
Duzentos anos após, a sociedade, e, por conseguinte a filosofia muda de foco, voltando sua atenção para a lógica. As ideias de Aristóteles, um pouco misturadas ao neoplatonismo, ressurgem como explicação para as principais questões filosóficas, ligadas, ainda á Divindade. Principais nomes: Alfarabi, Avicena e Al Ghazli.Abelardo
Filósofo nascido em 1079, era contrário ao realismo extremo e manteve a doutrina da Trindade (três deuses). Seu principal interesse era a busca da verdade por meio da lógica e da dialética. Foi taxado de nominalista e de realista moderado.

Anselmo
Filósofo realista, Anselmo tornou-se arcebispo e merece destaque por sua atuação em defesa aos direitos da Igreja frente ao rei....
tracking img