Filosia juridica resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3229 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Aula 1

Filosofia: Origem, conceito e objeto

O que é Filosofia?

O que é filosofia?

1. A decisão de não aceitar como óbvias e evidentes as coisas, as idéias, os fatos, os valores, os comportamentos de nossa existência cotidiana;
2. Para não darmos a nossa aceitação imediata às coisas, sem maiores considerações.


A atitude crítica

1. A primeira atitude filosófica énegativa, isto é, um dizer não ao senso comum, aos pré-conceitos, aos pré-juízos, aos fatos e as idéias da experiência cotidiana, ao que “todo mundo diz e pensa”.
2. A segunda característica e positiva, isto é, uma interrogação sobre os que são as coisas, as idéias, os fatos, as situações, os comportamentos, os valores, nós mesmos.


A face negativa e a face positiva da atitude filosóficaconstituem o que chamamos de atitude crítica e pensamento crítico.

A reflexão filosófica

Reflexão significa movimento de volta sobre si mesmo ou movimento de retorno a si mesmo. A reflexão é o movimento pelo qual o pensamento volta-se para si mesmo, interrogando a si mesmo.

A reflexão filosófica é:

1. Radical = são perguntas sobre a essência, a significação ou a estrutura e a origem detodas as coisas.
2. Sistemática = Significa que a filosofia trabalha com enunciados precisos e rigorosos, busca o encadeamento lógico entre os enunciados, opera com conceitos e idéias obtidos por procedimentos de demonstração e prova, exige a fundamentação racional do que é examinado e pensado.
3. Globalizante = Procura observar os objetos dentro de uma visão abrangente da realidade.Origem: Grécia Antiga / Socrates

Objetivo: Levar o individuo a reflexão.

Objetos de estudo da Filosofia Jurídica.

Como estudo reflexivo, que aspira à compreensão do Direito dentro de uma visão
harmônica da realidade, a Filosofia Jurídica dispõe de um amplo temário de análise que se divide
em dois grandes planos de reflexão: um de natureza epistemológica, onde se pesquisa o
conceito doDireito e assuntos afins, e outro de caráter axiológico, no qual se submetem as
instituições jurídicas a um exame crítico valorativo.

Platão: justiça e a fundação do Estado.

← Filósofo grego, viveu de 428/427 a.C. a 347 a.C..
← Seu verdadeiro nome era Aristocles.
← Ocupou-se com vários temas, entre eles: ética, política, metafísica e teoria do conhecimento.
← Por volta dos20 anos, conheceu Sócrates, o qual tornou-se discípulo até a morte do mesmo.
← A sua condição social e econômica pode ter influenciado suas idéias sobre a justiça e o Estado (Pólis), sendo que a injusta condenação de Sócrates representou uma profunda marca em sua vida de discípulo.
← Fundou uma academia a qual ganhou muito prestigio na época. Jovens e homens ilustres se encontravam a fimde debater idéias.
← Platão permaneceu na direção da Academia até sua morte, em 347 a.C.
← Platão desenvolveu a noção de que o homem esta em contato permanente com dois tipos de realidade: os inteligíveis e os sensíveis. O primeiro são realidades, mais concretas, permanentes. O segundo são todas as coisas que nos afetam os sentidos, são realidades dependentes.
← Essa concepção dePlatão também é conhecida por Teoria das Idéias ou Teoria das Formas.
← Virtude: Conhecimento / Alma

← Vício: Ignorância/Paixões/Corpo/Desejo

← Somente as idéias são, para Platão. certas, eternas e imutáveis, tendo-se em vista que tudo o mais que se conhece é incerta, perecível e mutável.

← Virtuosidade---domínio das tendências irascíveis e concupiscíveis---Supremacia daracionalidade
← O vício está onde reina o caos.
← Sacrificar-se pela causa da verdade significa abandonar os desejos do corpo...
← As idéias de ética e de virtude liga-se diretamente a idéia de conhecimento como algo necessário.
← “A justiça não pode ser tratada unicamente como ponto de vista humano, terreno ou transitório; a justiça é questão de metafísica, e possui raízes no...
tracking img