Fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6529 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro de Letras e Ciências Humanas

Departamento de Ciências Sociais

Trabalho apresentado para a disciplina Ensino e Pesquisa II, ministrada pela Professora Ileizi Fiorelli. Fichamento da Obra de Antonio Candido - Os Parceiros do Rio Bonito - Como porte das atividades acadêmicas do segundo semestre do curso de Ciências Sociais da Universidade Estadual deLondrina

Acadêmico: Lais Regina Kruczeveski;
1ºAno de Ciências Sociais Noturno.
Londrina -2012-

Prefácio

“Este livro teve como origem o desejo de analisar as relações entre literatura e a sociedade; e nasceu de uma pesquisa sobre a poesia popular, como se manifesta no Cururu - dança cantada do caipira paulista-, cuja base é o desafio sobre os mais vários temas, emversos obrigados a uma rima constante (carreira) que muda após cada rodada”. (p 9 )

“As modalidades antigas se caracterizavam pela estrutura mais simples, a rusticidade dos recursos estéticos, o cunho coletivo da invenção, a obediência a certas normas religiosas”. (p. 9 )
“Foi assim que a coerência da investigação levou a alargar pouco a pouco o conhecimento da realidade social” (p. 9)

Oque o autor quis dizer é que com a observação, o pesquisador foi aguçando seu senso dos problemas da vida do caipira, e direcionando seu estudo para o lado sociológico, e não mais tanto o folclore ou a teoria literária.

Seu trabalho se iniciou em 1947 e foi finalizado em 1954, e ao longo dos anos foi realizando mais e mais visitas, algumas vezes convivendo diariamente com os caipiras. Foi paravárias cidades do interior paulista, sobretudo Bofete, para comparar com outras regiões também se estabeleceu no Mato Grosso, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Este trabalho foi sua tese de doutorado.

“Quanto às influências intelectuais: devo à obra de Marx a consciência da importância dos meios de vida como fator dinâmico, tanto da sociabilidade, quanto a solidariedade que, em decorrência dasnecessidades humanas, se estabelece entre o homem e a natureza, unificados pelo trabalho consciente”. (p. 11)

Neste trecho, Candido afirma a utilização das teorias de Marx do livro “A ideologia Alemã”, além de Robert Redfiel, The Folk-Cuture of Yucatan; AudreyRichards, Hunger and Work in a Savage Tribe; Lévi-Strauss, e Sérgio Buarque de Holanda .

Agradece o apoio e dedica o livro a algunsamigos e pessoas que colaboram ao longo de sua pesquisa como Fernando Henrique Cardoso e Florestan Fernandes.

Introdução: O Problema dos meios de vida

1. Método
“Este estudo baseia-se, de modo especial, em investigações realizadas no município de Bofete, nos anos 1948 e 1954”. ( p. 17)

O objetivo do estudo em geral foi conhecer os meios de vida de um agrupamento caipira, abordando peloâmbito antropológico (que para Candido se atém à descrição dos casos individuais) e sociológico (que tente a estatística).

“[..]pois a História se ocupa do que ficou documentado, e a documentação se refere à á vida das camadas dominantes”. ( p. 18)
Candido introduz os motivos que o levaram ao interesse de pesquisa o objeto, e quais caminhos levaram a outros, e os métodos utilizados para a obtençãode dados, como:
-busca nos documentos e viajantes do século XVIII e inicio do século XIX
-interrogando os velhos caipiras
-busca de dados históricos estatísticos
Entre outros.

“O que procurei foi determinar quais as unidades mínimas de vida econômica e social, em que as relações encontram um primeiro ponto de referência; para isto tomei um agrupamento de parceiros, como poderia ter tomadoum bairro de sitiantes”. (p.20)

2. A cultura rústica
O autor inicia esclarecendo alguns termos e expressões.

“O termo rústico é empregado aqui não como equivalente de rural, ou rude, tosco, embora os englobe. Rural exprime, sobretudo localização [...]”. (p. 21)

“No caso brasileiro, rústico de traduz por caboclo no uso dos estudiosos [...] Entretanto, no presente trabalho o termo...
tracking img