Fichamento - para compreender saussure

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7475 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SAUSSURE, BENVENISTE
E O OBJETO DA LINGUÍSTICA
Aline Juchem

RESUMO: Este trabalho tem por objetivo delinear as relações existentes entre o pensamento de
Ferdinand de Saussure e de Émile Benveniste a respeito da constituição do objeto da Linguística. A
partir de uma pesquisa teórico-conceitual, busca-se responder à seguinte questão: o que Benveniste
altera em relação ao objeto daLinguística se comparado a Saussure? Considerando os princípios
teóricos abordados, verifica-se, essencialmente, que, para Saussure, o objeto da Linguística é a língua
enquanto sistema; enquanto para Benveniste, é a língua enquanto enunciação.
PALAVRAS-CHAVE: Saussure – Benveniste – Língua
RÉSUMÉ : Ce travail prétend décrire les relations existantes entre la pensée de Ferdinand de Saussure
et d’ÉmileBenveniste à propos de la constitution de l'objet de la Linguistique. À partir d'une recherche
théorique et conceptuelle, on essaie de répondre à la question suivante : quelle est la modification de
Benveniste à propos de l'objet de la Linguistique étant en comparaison à Saussure? En considérant les
principes théoriques adoptés, on vérifie essentiellement que, pour Saussure, l'objet est lalangue en tant
que système ; pour Benveniste, c'est la langue en tant qu’énonciation.
MOTS-CLÉS : Saussure – Benveniste – Langue

INTRODUÇÃO
O tema deste trabalho decorre de uma observação: Ferdinand de Saussure é o
“Pai da Linguística”. Seu pensamento foi o fundador de um campo do saber e seu objeto
de estudo. Do legado de seu pensamento e da pertinência de suas ideias, novas teorias seproduziram.
Da percepção de que os fundamentos de Saussure constituem o início da
reflexão linguística, busca-se compreender em que medida o pensamento de Émile
Benveniste, com a teoria da enunciação, se filia ao de Saussure, procurando esboçar as
relações de proximidade e de distanciamento do pensamento de ambos sobre a
constituição do objeto da linguística.
Visto a amplitude do tema, a veianorteadora deste trabalho está em responder,
essencialmente, à seguinte questão: o que Benveniste altera em relação ao objeto da
linguística se comparado a Saussure?
A resposta para tal indagação será explorada a partir da leitura da primeira parte
do Curso de Linguística Geral, de Ferdinand de Saussure, e leitura de Problemas de
Linguística Geral I (PLG I) e Problemas de Linguística Geral II(PLG II), de Émile
Benveniste, especificamente dos textos voltados à enunciação, servindo-se, também, de
textos teóricos que estabelecem as relações entre os autores.



Aline Juchem é mestranda do curso de Pós-Graduação Strictu Sensu “Estudos da Linguagem: Teorias do
Texto e do Discurso”, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, especialista em
“Estudos Linguísticos doTexto”, pela mesma universidade, e licenciada em Letras-Português pela
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS. E-mail: aline_juchem@yahoo.com.br.

JUCHEM, Aline. Saussure, Benveniste e o objeto da Linguística.

A primeira parte deste trabalho analisa os textos introdutórios do Curso, que
circunscrevem o início da constituição do pensamento saussuriano sobre o objeto
linguístico, pelo quala Linguística passa a existir como saber científico. Esse objeto é a
língua. Sob esse enfoque Saussure conduzirá seus estudos acerca da linguagem,
delimitando-a e definindo-a como um sistema sobre o qual a língua se assenta e se
organiza.
A segunda baseia-se na leitura de textos voltados à enunciação, apresentados em
PLG I e PLG II, os quais desenvolvem uma visão subjetiva da língua, na qualo sujeito
está inserido pela atribuição de referência. O objeto da Linguística passa a ser visto em
seu caráter singular, através da criação de uma linguística da subjetividade: a
Enunciação.
Por fim, busca-se articular os aspectos que refletem o pensamento de Benveniste
em relação a Saussure, em suas aproximações e distanciamentos, no que diz respeito à
língua.

FERDINAND DE...
tracking img