Fichamento - casa grande e senzala

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2438 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FREYRE, Gilberto. Casa-Grande e Senzala. 30ª Ed. Rio de Janeiro: Record, 1992. P 4- 54.



Análise historiográfica:

Gilberto Freyre

Nasceu em 1900 na cidade do Recife em Pernambuco, pertenceu a uma tradicional família de antigos senhores do engenho. Teve uma formação acadêmica completa, iniciou seus estudos no Brasil e a partir do final de 1910 prosseguiu com sua formação nosEstados Unidos. Na Universidade de Columbia nos Estados Unidos, conheceu o antropólogo Franz Boas, sua principal influência intelectual. Estudou Artes, Letras e Ciências Sociais. É um dos autores brasileiros mais premiados, entre suas obras estão Casa-Grande e Senzala (1933), Sobrados e Mucambos (1936), Interpretação do Brasil (1947), Ordem e progresso (1957), O brasileiro entre outros hispanos(1975). Faleceu em 1897.

Análise metodológica:

Casa-Grande e Senzala: Em seu texto Freyre utiliza um método ensaístico, quase literário, com uma obra repleta de passagens. É inovador em sua metodologia ao priorizar a história cultural e antropológica, inova também na utilização das fontes, além de usar as fontes consideradas oficiais pelos historiadores da época, como os documentos escritosoficiais do Estado, inclui no seu estudo fontes que até o momento não eram comuns, como receitas culinárias, cartas, diários pessoais, fotografias, obras de arte, literatura, cantigas populares, expressões religiosas, etc. Tais inovações fizeram com que Freyre fosse considerado precursor da História Cultural no Brasil. Sua obra estabelece completo diálogo com a sociologia e a antropologia ao formularsua análise da sociedade a partir do comportamento e das relações entre os indivíduos. Podemos notar que Freyre explora os antagonismos para construir a temática de Casa-Grande e Senzala, como demonstra o próprio título da obra, nesse sentido o método dialético também está presente no texto de Gilberto Freyre.

Análise de conteúdo:

Na fração estudada da obra Casa-Grande e Senzala,Gilberto Freyre discute as características da colonização do Brasil. Sua formação agrária, escravocrata e mestiça. O papel do colonizador e do colonizado para a formação da sociedade brasileira, as influências climáticas e culturais, a família patriarcal e a relação do índio e do negro com o europeu e suas consequências.

A primeira principal ideia colocada pelo autor diz respeito às origens ecaracterísticas do colonizador português. Segundo Freyre (1992), o português foi o colonizador mais adequado para explorar o Brasil, ele reunia qualidades e experiências que foram decisivas para o sucesso da colonização, uma dessas qualidades é o fato de o português não ter o mesmo sentimento de orgulho racial que outros povos europeus, pois os portugueses já viviam a experiência da miscigenação emseu próprio país, durante séculos os cristãos europeus conviveram com os mouros islâmicos, além das invasões de outros povos que até a Idade Média chegavam até Portugal e assim formavam um povo misturado: Celtas, Romanos, etc. Os mouros saíam da África e com eles levavam sua cultura que se mesclou com a do cristão europeu e o que aconteceu, de acordo com Freyre (1992), foi um amolecimento norígido catolicismo daquele povo. O fato do português não possuir um forte orgulho racial e a necessidade de gerar descendentes em suas colônias, por não possuírem pessoas suficientes em Portugal para deslocá-las até a colônia, foram facilitadores para a sua miscibilidade com os povos de suas colônias, principalmente no Brasil, conforme afirma Freyre:

A escassez decapital-homem, supriram-na os portugueses com extremos de mobilidade e miscibilidade: dominando espaços enormes e onde quer que pousassem, na África ou na América, emprenhando mulheres e fazendo filhos, em uma atividade genésica que tanto tinha de violentamente instintiva da parte do indivíduo quanto de política, de calculada, de estimulada por evidentes razões econômicas e políticas da parte do Estado....
tracking img