FICHAMENTO CAP 1 E 2

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2805 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
Instituto Federal de Goiás- Campus Anápolis.
Anápolis, 05 de março de 2015.
Aluna: Lorena da Cunha Lino Souza.
Curso: Edificações \ 1º ano.
Disciplina: Sociologia
Professor: Albanir
O que é sociologia


MARTINS, Carlos Benedito (1948) O que é Sociologia. São Paulo. ed. brasiliense,
2004 – coleção primeiros passos. pg.7-71.

INTRODUÇÃO
A sociologia constitui um projetointelectual tenso e contraditório.
Para alguns ele representa uma poderosa arma a serviço dos interesses dominantes, para outros ele e a expressão teórica dos movimentos revolucionários.
Historicamente, a sociologia é um conjunto de conceitos, de técnicas e de métodos de investigação produzidos para explicar a vida social.
Como princípio, a sociologia é o resultado de uma tentativa decompreensão de situações sociais radicalmente novas, criadas pela então nascente sociedade capitalista.
A palavra sociologia apareceu por volta de 1830, mas são os acontecimentos desencadeados pela dupla revolução que a precipitam e tornam possíveis.

CAPÍTULO PRIMEIRO:
O Surgimento

O surgimento da sociologia ocorreu num momento de grande expansão do capitalismo, desencadeado pela dupla revolução: aindustrial e a francesa.
O crescimento da indústria capitalista na revolução industrial desencadeou um aumento na industrialização e urbanização, o que provocou radicais modificações nas condições e nas formas habituais de vida de milhões de seres humanos.
Estas situações sociais radicalmente novas, impostas pelo capitalismo, fizeram com que a sociedade passasse a se constituir em"problema".
Diante disso, pensadores ingleses da época procuraram extrair dessas novas situações temas para a análise e a reflexão, no objetivo de agir, tanto para manter como para reformar ou modificar radicalmente a sociedade de seu tempo.
Isto foi fundamental para a formação e a constituição de um saber sobre a sociedade.
Outro fato que também influenciou e contribui para a formação da sociologia sedeve às transformações ocorridas nas formas de pensamento.
As mudanças econômicas que o ocidente europeu presenciou desde o século XVI, provocaram transformações na forma de conhecer a natureza e a cultura.
Desde então, o pensamento deixa de ter uma visão sobrenatural para a explicação dos fatos da natureza e passa a ser substituído pelo uso da razão.
O emprego sistemático da razãorepresentou um avanço para libertar o conhecimento do controle teológico, da tradição, da revelação e para a formulação de uma nova atitude intelectual diante dos fenômenos da natureza e da cultura.
Tais maneiras de produzir e viver, foram propícios a um visível progresso das formas de pensar e contribuíram para afastar interpretações baseadas em superstições e crenças infundadas, abrindoconsequentemente um espaço para a constituição de um saber sobre os fenômenos histórico-sociais.
Esta crescente racionalização da vida social não era um privilégio somente de filósofos e homens que se dedicavam ao conhecimento, mas também, do homem comum dessa época, que renunciava cada vez mais os fatos submetidos às forças sobrenaturais, passando a percebê-los como resultados da atividade humana, possíveisde serem conhecidos e transformados.
A revolução francesa, que ocorreu em 1789, também contribui para o surgimento da sociologia.
O objetivo dessa revolução era mudar a estrutura do Estado monárquico e, ao mesmo tempo, abolir radicalmente a antiga forma de sociedade; promover profundas inovações na economia, na política, na cultura, etc.; além de desferir seus golpes contra a Igreja.
Essasatitudes ocasionaram profundos impactos, causando espanto aos pensadores da época e à própria burguesia, já instalada no poder.
Diante desse fato, esses pensadores se incumbem à tarefa de racionalizar a nova ordem e encontrar soluções para o estado de "desordem" então existente.
Mas, para estabelecer esta tarefa seria necessário, segundo eles, conhecer as leis que regem os fatos sociais e...