Fichamento adam kuper

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1796 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO DOS TEXTOS “A TEORIA DA DESCENDÊNCIA: UMA FÊNIX DAS CINZAS” e “RUMO AO INTELECTO: TEORIA DA ALIANÇA E TOTEMISMO” de ADAM KUPER

KUPER, Adam. A Teoria da Descendência: uma Fênix das Cinzas. In:______. A Reinvenção da Sociedade Primitiva: Transformações de um mito. Recife: EDUFPE, 2008. p. 223-243.

Um novo paradigma na antropologia social surgia na década de 40. Os seguidores deRadcliffe-Brown, Evans-Pritchard e Meyer Fortes eram os expoentes desse novo modelo que se anunciava na antropologia britânica, que tratava dos estudos de parentesco e culminavam no que ficou conhecido por ‘teoria da descendência’ ou ‘teoria da linhagem’.
O termo ‘linhagem’ foi, anteriormente, aludido por Gifford – aluno de Boas - em sua análise do sistema Tonga, tratando de um sistema de linhagemsegmentar. Gifford analisou a transmissão dos direitos entre as gerações, relativos à sucessão patrilinear e à sucessão matrilinear, assumindo que os sistemas de parentesco eram baseados na família.
Os estudos de Evans-Pritchard e Fortes concentraram-se nos sistemas políticos africanos, voltados para a separação entre sociedades com Estado e sociedades sem Estado, afirmando que estas últimasbaseiam-se em sistemas de parentesco. Nesse sentido, estudavam o sistema político como extensão das relações de parentesco, cuja organização funde-se à estrutura política em sociedades ordenadas por um sistema de linhagem segmentar. Esses estudos demarcaram relatos de sociedades muito grandes que operavam em ausência de autoridades centrais, reconhecidas como Estado, e logo ganharam reconhecimentoacadêmico.
A monografia ‘Os Nuer’, de Evans-Pritchard, é central na aplicação da teoria da descendência nos estudos antropológicos. Utilizando o conceito de estrutura social como ‘relações entre grupos de pessoas em um sistema de grupos’, identificou que os grupos de descendência unilinear constituíam as unidades dessa estrutura social entre os Nuer.
A tribo era a maior comunidade política eterritorial, constituindo um território tribal. Este, por sua vez, era dividido em segmentos, que se ordenavam a cada nível descendente de segmentação, formando segmentos territoriais em que os grupos locais possuíam maior coesão entre si. Além da forma como a política dos Nuer operava em termos territoriais (com o que Evans-Pritchard chama de processos de ‘fissão e fusão’, em que a ação comunal em situaçãode oposição era geral, com a função de manter o equilíbrio estrutural entre segmentos tribais opostos), Evans-Pritchard atenta para a organização da comunidade local, assentada no sistema de descendência patrilinear desses grupos segmentares. A tribo, enquanto associação territorial, estruturava-se em torno de um clã dominante, formado por membros descendentes da linhagem masculina do clãfundador. O clã dividia-se em descendências menores, compostas também por descendência patrilineares recentes.
Evans-Pritchard identificou a coexistência entre os grupos de linhagem e os laços simbióticos (territoriais), tratando da relação entre terra e sangue (território e descendência) na estruturação das organizações políticas desses sistemas sociais.
Frente às críticas quanto à verossimilhançaetnográfica do modelo da teoria da descendência, e diante dos contrastes empíricas entre o modelo e a realidade, evidenciadas com o passar do tempo, Evans-Pritchard argumentou que o sistema de linhagem consistia em um ‘construto ideológico’: um sistema de valores que ligava os segmentos tribais, imiscuídos dessa estrutura invariável, independente de configurações reais de parentesco.
Ainda tratandoda estrutura social como referente a um sistema de valoras, Fortes, por sua vez, estabelece um contraponto a Evans-Pritchard ao procurar o cerne do modelo, esclarecendo os eventuais problemas da teoria da descendência aplicada às observações etnográficas.
Fortes estudou a população Tallensi, que, como os Nuer, não possuíam chefes ou reis. As associações de linhagens e segmentos, entretanto,...
tracking img