Fenomenologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (982 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INFLUÊNCIA DA FENOMENOLOGIA NO SERVIÇO SOCIAL - Parte II
É necessário salientar que, além dessa capacidade de refletir, o homem também possui capacidade de reter o que aprendeu, usar esteconhecimento posteriormente e não deixá-lo “parado”, imutável, e sim sempre acrescentar algo de novo que o ajudará no continuo processo de aprendizagem e crescimento.
A pessoa-assistente social deve estardisposta a “trazer à tona” o significado da experiência vivida com a pessoa-cliente, buscando a essência daquilo que ela, a pessoa-assistente social, viveu, para poder esboçar um projeto futuro, nãoencarando a pessoa-cliente como pronta, acabada e marcada pelo seu passado, e sim a deixando livre para decidir entre as suas possibilidades.
Apesar de estar em contato com o subjetivo da pessoa-cliente,a pessoa-assistente social deve manter seu rigor cientifico, despojando-se de tudo aquilo que lhe foi incutido como certo e pré-estabelecido, deste modo estando pronta para ajudar a pessoa-cliente adesenvolver todas as suas potencialidades, através do diálogo educativo.
Mas o dialogo concebido por Anna Augusta não é apenas isso. Existe algo mais. Para que se entenda de que diálogo estamosfalando, precisamos fazer duas importantes distinções:
v Compreender x Entender: quando alguém compreende um outro, significa dizer que este alguém simplesmente decodificou signos concretos – letras,palavras, estruturas frasais etc. – para o pensamento, tendo conhecimento apenas do que o outro diz, conforme o que ele diz com as palavras. ‘Entender’ é muito mais que ‘compreender’. É compreender e, alémdisso, sentir o mesmo que o emissor sentiu no momento em que ele falou ou escreveu. É ter atenção, interesse, envolvimento, identidade com que o outro diz.
v Expor x Fazer entender: É a mesmadualidade compreender x entender, só que no sentido inverso. ‘Expor’ é simplesmente o processo de se fazer compreendido. Enquanto que ‘fazer entender’ é quando, ao falar ou escrever, doa-se sentimento,...
tracking img