Febre reumatica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3061 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA TÉCNICA MUNICIPAL JOANA DAR’C

“FEBRE REUMÁTICA: Estreptococos Beta hemolítico do grupo A de Lancefield.”

CATAGUASES
2012

ESCOLA TÉCNICA MUNICIPAL JOANA DAR’C


“FEBRE REUMÁTICA: Estreptococos Beta hemolítico do grupo A de Lancefield.”

Trabalho apresentado à disciplina de Microbiologia, pelas alunas: Érica Norte, Mariana Antonele e Wilhiana Batista de Oliveira.Orientado pela Prof.ª Cátia
Curso de Técnico em Enfermagem

CATAGUASES
2012

FEBRE REUMÁTICA
A febre reumática é uma doença inflamatória, de caráter autoimune, decorrente de uma importante complicação da infecção pelo Estreptococo beta-hemolítico do grupo A, afeta frequentemente as articulações, daí sua inclusão para estudo entre as doenças reumáticas, embora as complicações graves mais frequentessejam cardíacas (cardite), e, em menor frequência, neurológicas (coréia) e dermatológicas (eritema marginado e nódulos subcutâneos).É a principal causa de doença cardíaca adquirida em crianças e adultos jovens em todo o mundo, mas é também a cardiopatia de mais fácil prevenção. Acomete principalmente crianças de 5 a 15 anos (A maioria dos ataques iniciais em adultos ocorre no final da segunda eno início da terceira décadas de vida), de baixo nível socioeconômico, que vivem em aglomerações urbanas, com ausência ou carência de atendimento médico. Paralelamente, fatores genéticos de suscetibilidade à doença estão diretamente relacionados ao desenvolvimento da Febre Reumática e de suas sequelas.

O AGENTE INFECCIOSO
(Streptococcus pyogenes)

Estudos realizados por Rebecca Lancefieldpermitiram a classificação do estreptococo beta-hemolítico como grupo A ou Streptococcus pyogenes, bem como a definição de sua composição celular, levantando questões a respeito de suas funções biológicas e das relações com seu hospedeiro, o ser humano.
O estreptococo do grupo A contém, na camada externa da parede celular, as proteínas M, T e R e o ácido lipoteicóico (LTA), um polímero longocomposto por fosfoglicerol e responsável pela ligação da bactéria à fibronectina presente na célula epitelial oral do hospedeiro, iniciando, assim, a colonização bacteriana. As camadas média e interna são formadas por açúcares e conferem rigidez à parede, mantendo a morfologia bacteriana. A proteína M apresenta propriedade antifagocítica e é altamente antigênica. Sua estrutura é fibrilar em alfa hélicedupla que se projeta da parede celular, apresentando similaridade com proteínas fibrilares do tecido humano, como miosina cardíaca, tropo miosina, queratina, lamina e vimentina. A proteína M contém aproximadamente 450 resíduos de aminoácidos dispostos em quatro regiões, que apresentam blocos de repetições. A porção N - terminal é a mais polimórfica (regiões A e B) e diferenças nos 11 primeirosresíduos de aminoácidos permitem classificar os diferentes subtipos ou cepas do estreptococo do grupo A, que são aproximadamente 100 sorotipos. As regiões C e D são bastante conservadas e fazem parte da porção C - terminal que se insere à superfície da bactéria As regiões C de proteínas M de diferentes cepas apresentam aproximadamente 80% de homologia, sendo responsáveis pela fixação da bactéria namucosa de orofaringe.

SINTOMAS E SINAIS
O diagnóstico da febre reumática é basicamente clínico. Não existe um exame laboratorial específico para essa doença. Os sinais e sintomas são bastante variados e nem sempre simultâneos, dessa forma, T. Duckett Jones, em 1944, propôs critérios para ajudar no diagnóstico e limitar o excesso de diagnósticos. Os critérios de Jones, de acordo com a revisãode 1992 da American Heart Association, visam apenas o diagnóstico do ataque inicial de febre reumática aguda e não suas recorrências. Existem cinco critérios maiores e quatro menores e uma necessidade absoluta de se evidenciar (microbiológica ou sorologicamente) uma infecção recente por estreptococos do grupo A. O diagnóstico de febre reumática aguda pode ser estabelecido pelos critérios de Jones...
tracking img