Fatores psicologicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2678 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A MOTIVAÇÃO HUMANA


Motivação:
"Conjunto de fatores psicológicos, conscientes e não conscientes de ordem fisiológica,
intelectual ou afetiva, os quais agem entre si e determinam a conduta do indivíduo"

Universidade Veiga de Almeida
Trabalho de Psicologia – Abril 1999
Componentes do Grupo:
Carla Isabel Vieira Branco
Fernanda Martim de Araújo
Luiz Alexandre de Souza Costa
SimoneMagda Debiano Lima

Sumário:
1 - Introdução
2 - Considerações Históricas
3 - A Classificação dos Motivos
4 - A Hierarquia dos Motivos segundo Maslow - A Pirâmide de Maslow
5 - Aspectos Biopsicossociais
6 - Experimentos
7 - Questões para Debates
8 - Conclusões
9 - Bibliografia
 
1 - Introdução:
    A motivação é um conceitoque se invoca com freqüência para explicar as variações de determinados comportamentos e, sem dúvida, apresenta uma grande importância para a compreensão do comportamento humano.
    É um estado interno resultante de uma necessidade que desperta certo comportamento, com o objetivo de suprir essa necessidade. Os usos que uma pessoa der às suas capacidades humanas dependem da sua motivação -seus desejos, carências, ambições, apetites, amores, ódios e medos. As diferentes motivações e cognições de uma pessoa explica a diferença do desempenho de cada uma.
    Os fenômenos motivados apresentam comportamentos que parecem guiados pelo funcionamento biológico do organismo da espécie: como o de beber, comer, evitar a dor, respirar e reproduzir-se, porém, não obstante, temos os denatureza motivacional que seriam os comportamentos resultantes de necessidades, desejos, propósitos, interesses, afeições, medos, amores e uma série de funções correlatas.
    Alguns psicólogos afirmam que também é o desejo consciente de se obter algo, sendo assim, uma determinante da forma como o indivíduo se comporta. Está envolvida em várias espécies de comportamento como: aprendizagem,desempenho, percepção, atenção, recordação, esquecimento, pensamento, criatividade e sentimento. A motivação também possui elementos complexos, inconscientes e, muitas vezes, antagônicos, gerando assim, constantes conflitos. Mas, com certeza, é a motivação que move o Homem.
 
2 - Considerações históricas:
    Os sistemas de crenças do homem primitivo eram tais que a motivação nãoconstituía grande problema pois no início de sua história o comportamento era atribuído por forças ocultas, à espíritos ou demônios, que o animavam, ou seja, se o seu comportamento fosse socialmente aceitável dizia-se que era um bom espírito que estaria lhe guiando, caso não fosse socialmente aceito acreditava-se que a culpa era do mau espírito ou do demônio, sendo assim o espírito determinava anatureza do comportamento.
    É claro que o nome dessas força mudaram com o passar do tempo, mas mantendo o seu conceito estável, apesar de fazer pouca diferença se a ela se dava o nome de espírito, demônio, alma ou mente.
    Enquanto esses agentes forem considerados responsáveis pelo comportamento, a investigação científica da modificação do homem foi praticamente impossível.gradativamente os espíritos humanos começaram a desaparecer e acabaram sendo substituídos por novos conceitos.
    No início do século XX a motivação ganhou uma ênfase maior devido em parte aos esforços de Willian Mc Dougall, um cientista britânico do comportamento, fazendo com que esta motivação ganhe um espaço importante na psicologia.
    Mc Dougall chamava os motivos de instintos quepara ele eram um processo biológico inato que predispunha o organismo a verificar estímulos especiais que respondiam à movimentos de aproximação ou evitação.
    Em 1908 Mc Dougall publicou uma lista que apresentava a curiosidade, repulsa, agressão, auto-afirmação, fuga, criação de filho, reprodução, fome, sociabilidade, aquisição e construtivismo. Esta lista fez com que muitos cientistas...
tracking img