Familia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2447 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE TEOLÓGICA DA ASSEMBLÉIA DE DEUS DE BRASÍLIA
Curso de TEOLOGIA
Disciplina: Epistemologia do Fenômeno Religioso
Professor: Erli Fernandes Cardoso
Aluno(a): Wilson Donizete de Resende














Fenômenos Religiosos

























Taguatinga - 2011

O que é fenômeno Religioso






Por







Wilson Donizete deResende






































Taguatinga 2011
SUMARIO.


Introdução........................................................................
O conceito da fenomenologia.........................................
Fenomenologia como antologia........................................
A fenomenologia no estudo doreligioso......................... Fenomenologia como recurso metodológico na teologia
Conclusão.......................................................................
Bibliografia.......................................................................



































Introdução

A realização destetrabalho tem por objetivo levarmos a uma compreensão melhor do tema fenomenologia, tendo em vista haver tantas controvérsias sobre este tema, pois pouco se fala neste assunto. Havendo controvérsias no tema,há também questionamentos , assim precisamos entender um pouco mais deste assunto. Tommy Akira Goto mestre em Ciências da Religião, percorre um caminho voltado à epistemologia e à ontologia,esclarecendo cada parte de sua análise, com a finalidade de mostrar os fundamentos da experiência e a presença da Fenomenologia no pensamento filosófico e teológico de Paul Tillich. O Autor apresenta considerações provenientes de estudos defendidos com o rigor acadêmico, iniciado pelos conceitos de Edmund Husserl e Martin Heidegger, para em seguida mostrar, como o tema se desenvolveu como um métodono estudo da religião, caracterizando-se como Fenomenologia da Religião. A pretensão do autor em invocar Heidegger em seus estudos, foi de colocar o método não só no plano da teoria do conhecimento, como está expresso claramente em Husserl, mas também de esclarecer o sentido do ser na dimensão existencial. Akira nos traz que o objeto da fenomenologia da religião é o estudo do fenômeno religioso(fenômeno sendo aquilo que se mostra por si, como vimos em Husserl), buscando compreender o significado profundo da religiosidade numa hermenêutica ontológico-existencial (não só da especulação racional) e tendo como principal recurso a redução eidética (recurso que vimos para se chegar ao fenômeno como tal, na essência). Destarte, a religião, em linhas gerais, pode ser descrita fenomenologicamentecomo “identificação com o culto religioso, porque este engloba e estrutura todas as ações que se dirigem ao Sagrado, quer este seja concebido como um Ser transcendente,quer como um Deus antropomorfo,( Semelhante ao homem) quer como um Absoluto impessoal. Tommy apresenta as grandes linhas do método fenomenológico, mostrando suas possibilidades de aplicação aos estudos de religião em geral e areflexão teológica em particular; ajuda a descobrir um aspecto pouco estudado do pensamento de. Paul Tillch. Que é o uso do referido método de modo bastante original e rigoroso. Assim como a fenomenologia surgiu no início do século XX como filosofia para o tempo da crise da civilização ocidental, a obra de Tillich. Procura superar a crise dos sistemas teológicos tradicionais abalados peloquestionamento das certezas filosóficas e científicas. Tommy mostra também como a fenomenologia e da religião se constituiu enquanto disciplina autônoma enquanto estudo sistemático do fato religioso nas manifestações e expressões sensíveis ou seja, do comportamento humano com a finalidade de entender o seu significado profundo. Tommy Akira dividil em trez partes o seu livro para que pudéssemos...
tracking img