Falhas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (293 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FALHAS
Falha de Santo André: As placas tectónicas Norte-Americana e do Pacífico entram em colisão na falha de Santo André. A fenda corre paralela à costa da Califórnia por mais de 900km. À medida que as placas se juntam, colidindo uma na outra, acabam por produzir uma grande pressão na crosta terrestre, ou seja, um limite transformante. A fricção constante das duasplacas provoca os tremores sísmicos que abalam a região. A falha de Santo André é apenas um segmento do Círculo de Fogo, a linha de grande intensidade sísmica que rodeia o OceanoPacífico.
Banco do Gorringe: situa-se a sudoeste do cabo de São Vicente, na região do Banco do Gorringe.  Esta falha regista deslocamentos verticais, conhecido como  mecanismo de subducçãoentre duas placas tectónicas (as placas em cima das quais se move a crosta terrestre) da placa africana pela placa euro-asiática. Sismo verificado em 1969.

A Falha de Portimão: dedirecção NORTE-SUL constitui a estrutura mais conspícua que afecta a divergência Triásica da Bacia Algarvia, apresentando uma separação horizontal desta divergência, de aproximadamente5 km. Esta separação horizontal, sugerindo movimentação resultando em grande parte de movimentação vertical, com surgimento do bloco oriental da falha. Sismo de grande importância em1719.

A Falha Glória, de orientação geral ESTE-OESTE corresponde ao segmento da Falha Açores-Gibraltar que se estende desde leste da ilha de Santa Maria, até cerca de 800 km paraoeste. É uma estrutura linear, bem definida, e sismicamente activa, com movimento do tipo desligamento direito puro.
O segmento mais oriental da Zona de Fractura Açores-Gibraltar temcomportamento de falha inversa, na sequência da compressão NORTE-SUL que resulta do movimento no sentido directo da placa Núbia relativamente à placa Eurasiática.

Angélica Lopes nº3
tracking img