Diagnostico e planejamento ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1709 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

























INTRODUÇÃO

O diagnóstico ambiental tem por objetivo determinar o grau de comprometimento de uma região com a poluição ambiental, através da análise de indicadores da poluição hídrica, atmosférica e do solo.
Este trabalho teve por finalidade observar os problemas em um ambiente rural, destacando as principais fontespoluidoras e sugestões de melhorias para minimizar e recuperar a qualidade do ambiente.




PROBLEMAS AMBIENTAIS

Problemas ambientais são os impactos negativos que as atividades antrópicas causam ao ambiente.
De acordo com a lei 6.938/81:
Poluição é a degradação da qualidade ambiental resultantes de atividades que direta ou indiretamente prejudiquem a saúde, asegurança e o bem-estar da população, criem condições adversas às atividades sócio-econômicas, afetem desfavoravelmente a biota, afetem condições estéticas ou sanitárias do meio ambiente e lancem matérias ou energia em desacordo com os padrões ambientais estabelecidos (BRASIL, 1981).


A poluição ambiental é resultado do acúmulo de resíduos oriundos da atividade humana, seja resultado dafisiologia ou de atividade produtiva. Estes resíduos têm como destino os corpos receptores (solos, rios, lagos e oceanos) seja por lançamento de efluentes ou chuvas. São facilmente diluídos na água, são tóxicos e se acumulam, podendo causar problemas locais e no entorno atingindo não apenas as águas superficiais, mas também subterrâneas. (DEZOTTI, 2008).
Além disso, afetam toda abiodiversidade que vive neste ambiente. Podemos citar: bactérias, algas, protozoários, vermes, moluscos, peixes, vegetação aquática e ainda podem causar doenças às pessoas e animais que utilizam desta água.
Segundo Barbosa (2008), é no ambiente que várias doenças infecciosas têm uma fase de seu ciclo de transmissão e a água funciona como veiculo transmissor. Portanto, está no saneamento uma medidaeficaz de controle de muitas doenças. Além de doenças com origem biológica estão presentes na água várias substâncias químicas que interferem na saúde das pessoas, como por exemplo: mercúrio, prata, chumbo, benzeno, DDT e outros.

planejamento ambiental



De acordo com Floriano (2004), a expressão “Planejamento Ambiental” é recente, usada principalmente nos últimos anos após aConferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento no Rio de Janeiro, a ECO-92. Durante a Conferência foi criado o programa de planejamento ambiental: a AGENDA 21 - que previa um planejamento em cascata do nível global, para o nacional, estadual e municipal, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida do ser humano e de conservar e preservar os recursos do meio ambiente. Foi a partirdeste encontro que foi introduzida ao direito a expressão desenvolvimento sustentável, que tem como principal objetivo a satisfação das necessidades da geração atual e que permita satisfazer as necessidades das futuras gerações.
Há pouco tempo que percebemos que as nossas ações têm efeito sobre o Planeta e que os seus recursos têm limites. A natureza tem grande capacidade de autodepuração, masao mesmo tempo essa capacidade é limitada, portanto existe a necessidade de avaliar e planejar as nossas ações no ambiente.
É a legislação que garante que as ações antrópicas tenham o menor impacto negativo possível sobre o ambiente, através de normas de licenciamento e implantação de empreendimentos.
O licenciamento ambiental é uma medida eficaz de controle ambiental, quandorealizado criteriosamente, de acordo com a legalidade, pois desta maneira o empreendimento estará de acordo com preceitos legais e regulamentares durante a instalação e também a operação. Quando ocorre crime ambiental há a necessidade de aplicar sanções administrativas, cíveis e criminais. Para minimizar ou compensar riscos deve-se adotar medidas de proteção, prevenção e mitigadoras (para compensar...
tracking img