Extresse e rotatividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2548 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE DESENVOLVIMENTO DO CENTRO OESTE-UNIDESC

ADMINISTRAÇÃO

ESTRESSE X ROTATIVIDADE

Luziânia
2011

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE DESENVOLVIMENTO DO CENTRO OESTE UNIDESC

ESTRESSE X ROTATIVIDADE

Artigo apresentado a UNIDESC para a obtenção de nota da disciplina de Estágio Supervisionado I sob a orientação do professorArmando Rodrigues Simão.

Luziânia
2011

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 04

2. CONTEXTUALIZAÇÃO TEMÁTICA 05

1. Existe estresse e rotatividade? 05

2. Formulação do Problema 05

3. Hipótese 05

4. Objetivo Geral 05

3. REVISÃO DA LITERATURA 06

1. Definição de estresses 06

2. Causas e influências doestresse 06

4. ROTATIVIDADE 08

1. Índice de rotatividade 08

2. Custos da Rotatividade 09

5. METODOLOGIA UTILIZADA 10

1. As Fontes 10

2. Coleta de Dados 10

6. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO 11

7. CONSIDERAÇÕES FINAIS 12

8. REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS 13

9. ANEXO 14

1. INTRODUÇÃO

Tendo em vista que o estresse e a rotatividade acontecemdiariamente nas empresas, foi realizada uma pesquisa a fim de responder o seguinte problema: existe uma relação entre o estresse e a rotatividade?

Para tanto objetiva-se, nesta pesquisa, analisar a relação entre o estresse e a rotatividade na referida empresa onde aconteceu o estagio, identificando e descrevendo as possíveis causas de estresse; analisando o ambiente de trabalho econstatando os custos gerados com a rotatividade.

O estresse e a rotatividade é uma referência para se sentir vivo. Nós vivemos em uma sociedade que estimula a vida em aceleração e o perfil das pessoas competitivas, totalmente voltadas para o trabalho. Estamos na era da velocidade. Somos preparados a viver sob turbulência e acabamos achando isto normal. Porém, o custo nem sempre é positivo. Osestressados ficam neuróticos e perdem a criatividade, e rotatividade toma conta das grandes empresas.

.

2. CONTEXTUALIZAÇÃO TEMÁTICA

2.1 Existe estresse e rotatividade?

Segundo FRANÇA (1997), o estresse e rotatividade são como um elástico se fica muito tempo sob tensão, chega uma hora que ele rompe e perde a capacidade de reação.
A escolha do tema justifica-se que com todasestas perdas em qualidade no ambiente de trabalho, a empresa CELG têm-se preocupado com o estresse e rotatividade de seus funcionários. O essencial, de acordo com a empresa, seria melhorar a qualidade da rotina de trabalho e das decisões com relaxamento, além de buscar sistemas mais humanos de trabalho.
2.2 Formulação do problema
As empresas brasileiras têm-se preocupado com o estresse deseus funcionários? Os custos de um índice de rotatividade de pessoal alto em uma empresa podem estar escondidos. Como encontrá-los? Como reduzi-los?
Analisar cada saída de um funcionário gera a contratação de outro. Neste momento a empresa já teve um custo para selecionar e recrutar o novo funcionário. Depois disso terá que treiná-lo, o que é feito utilizando o tempo de outros funcionários.Além disso, tem o tempo perdido entre a saída do antigo funcionário para a entrada e treinamento do novo, onde nada foi produzido, o tempo desperdiçado pelos gerentes, oportunidades perdidas pela falta de mão-de-obra, sem falar nas burocracias existentes nas demissões e admissões.
2.3 Hipótese
Os desafios sempre exigem certa adaptação, que reflete um grau maior ou menor de tensão. Mas,quando a tensão cresce mais que o suportável, ela pode ficar negativa e prejudicar as pessoas levando-o á grande rotatividade. A tendência é implantar novas táticas para gerar mais eficiência e eficácia no trabalho, diminuindo o estresse e a rotatividade.
2.4 Objetivo Geral

Pretende-se ao longo dessa pesquisa estudar e obter informações se a empresa CELG, esta preocupada com o índice de...
tracking img