Existencialismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1048 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SARTRE
O ponto de partida para a “Psicanálise existencial” foram as teorias psicanalíticas de Freud.
“O importante não é o que fazemos de nós, mas o que nós fazemos daquilo que fazem de nós” Jean Paul Sarte (1905-1980).
Ele responsabiliza o homem pelos seus próprios atos expondo a ideia de liberdade como um aprisionamento do ser. Para o pensamento de Sarte, Deus não existe, portanto o homemnasce e é um ser que existe antes de poder ser definido por qualquer conceito. Significa que o homem primeiramente existe, se descobre, surge no mundo, e que só depois disso, se define.
Não existe natureza humana, pois não há Deus para concebê-la, a única pré-existência é a biológica, ou seja, a sobrevivência, o resto se adquiri e não vem do sujeito, é ensinado ao homem pelo mundo exterior.
Oexistencialismo de Sarte, considera que a única coisa que define o homem é o seu ato e que determina as diferenças entre um homem e o outro são as suas escolhas.
É uma analise da existência em que a principal preocupação é a sua existência concreta, o seu próprio mundo. Compreende o existente a partir da forma que a consciência se relaciona com o mundo, com os outros e consigo mesmo. Tenta sempreevitar a angustia que o confronto com a liberdade causa e sua responsabilidade.
O homem é o que projeta, ele não existe antes desse projeto, o projeto existencial é a chave organizadora da existência.
Vivencias passadas, presentes e futuras e as escolhas que faz para si mesmo, são parte da construção pessoal significativa dos sentimentos, compromissos e auto-realizações.
As escolhas que apessoa faz é o que o torna pessoa. O seu projeto originário é a matriz dos demais projetos e é determinante para as ações concretas.

O ego não é, diretamente, unidade das consciências refletidas. Existe uma unidade
imanente destas consciências: é o fluxo da consciência que se constitui ele mesmo
como unidade dele mesmo [...] o Ego é unidade dos estados e das ações –
facultativamente dasqualidades. Ele é unidade de unidades transcendentes e é ele
mesmo transcendente. (Sartre, J-P. 1994: 59).

O ponto de partida tomado por Sartre nessa elaboração é o questionamento acerca do fim, aqui compreendido como utilidade, do homem, Para-si, fim que por si mesmo ele considera questionável, este homem Para-si que se projeta rumo à um Em-si que quer ser, que deseja e
que de certo modo concebetudo conscientemente.

Na concepção de Sartre o homem é plenamente consciente de si e das relações que
constrói com o mundo e com os outros.

Sartre assemelhará a crença qualquer entidade que tire do homem a liberdade e a responsabilidade, dentre elas está o inconsciente da psicánalise, que se apresenta aqui como uma prática de má-fé, pelo fato de se apresentar como uma forma originária detoda a realidade humana, de modo a promover uma fuga à liberdade e à responsabilidade do homem por seus atos do presente.

a consciência, portanto pode ser entendida como “um ser cujo ser está em questão em ser em forma de projeto de ser” (Sartre, J-P 2000: 691) e tem como caracteristica fundamental a intencionalidade “que estabelece a diferença entre seres conscientes e meras coisas”

Outroaspecto que pretendemos destacar nessa mudança de perspectiva de olhar para o
homem na filosofia e na psicanálise existencial de Sartre está no momento em que este passa
a consideração de que o homem é plenamente livre na sua condição de existência,
considerando-o, portanto sujeito-autor de sua própria história, não sujeito a leis pré-
determinadas em sua formação, mas agora um sujeito emsituação que pode a partir de sua
consciência de si construir sua liberdade e autonomia, sendo assim responsável diante do
mundo e principalmente de si mesmo, por suas escolhas de si e do mundo que constrói com os
outros, enquanto é um projeto e é escolha de si no mundo como sujeito, o que é absolutamente singular para cada sujeito.

A Cura

A abordagem existencial não segue a visão de...
tracking img