Estudo sobre o bairro Pari

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (591 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
O Pari é um distrito situado na região central da cidade de São Paulo, bairro que integra a Subprefeitura da Mooca.
Trata-se de um dos menores distritos da Capital, abrangendo o bairro do Canindé,onde se situa o estádio da Associação Portuguesa de Desportos e o Shopping D.
O bairro do Pari conta com mais de 400 anos. Seu nome vem de um antigo instrumento de pesca que consistia de uma cercade taquara ou de cipó, estendida de margem a margem principalmente nos rios Tietê e Tamanduateí para pescar peixes os peixes vendidos no centro da então vila de São Paulo.
Bairro com muitosdescendentes de portugueses, coreanos e palestinos. Possui comércio especializado em doces, plásticos e confecção. É um bairro misto, com predominância de estabelecimentos industriais e comerciais. Atualmenteo bairro vem se dedicando principalmente à indústria de confecções. Imigrantes oriundos da Bolívia chegam diariamente ao Pari, em busca de trabalho neste ramo. Possui boa infra-estrutura. Tem umaUniversidade, a São Francisco do Pari.
Apesar de ser um distrito relativamente pequeno, suas ruas são largas e asfaltadas, sendo que algumas possuem canteiro central com vegetação. Por ocupar a várzeado Rio Tietê, é um bairro quase inteiro plano, sendo também considerado um bairro "baixo", pois em sua área existem muitos poucos prédios acima de quatro andares, sendo predominantes as casas, prédiosde dois ou três andares, além de vários galpões e garagens de ônibus.http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/bibliotecas/bibliotecas_bairro/bibliotecas_a_l/adelpha/index.php?p=5641
No início do século XX, a cidade de São Paulo, passa por um intenso processo de urbanização e a vinda de um grande fluxo de imigrantes europeus. O Pari por ser um bairro operário, recebe grandescontinentes de italianos, espanhóis, portugueses e gregos, nesse período os imigrantes italianos, nos fins de semana, ocupavam a praça Padre Bento, para cantar e dançar a "tarantela". Para tentar...