Estudo radiologico do quadril

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1259 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Reunião Científica
Incidências Para Série da Síndrome do Impacto Femoro Acetabular
Estudo Radiológico do Quadril . Incidências :Lequesne; Ducroquet; Dunn e Cross Table

Anatomia

Artrologia
• Tipo Sinovial ;
• Livremente móvel ( Diartrodial ) • Flexão , Extensão , Abdução , Adução , Rotação medial , lateral e Circundação .

Movimentos do Quadril

Efeito da Rotação no QuadrilRE

N

RI

SÍNDROME DO IMPACTO
O quadril é uma articulação do tipo bola e soquete, na qual a cabeça do fêmur (esférica), se relaciona com a cavidade da bacia, que tem a forma côncava,chamado de acetábulo. Quando existe qualquer alteração no formato da cabeça ou do acetábulo haverá um impacto entre essas partes, o que irá provocar a destruição da cartilagem articular e conseqüentementeartrose.

Causas
• Esporte de impacto como artes marciais (tae-kwon-do, jiu jitsu judô e capoeira ) ;

• Corridas de longas distancias ;

• Tênis , Futebol , golfe e Balé ; • Quando realizados por paciente que apresentam uma pré disposição anatômica (Deformidade na formação do quadril )

Sintomatologia
• Inicialmente não apresenta dor devido há cartilagem não apresentar inervação ; •Limitação do movimento ; • Marcha prejudicada .

Deformidades Anatômicas Classificação do impacto
• Causa Acetabular = “osso a mais no acetábulo” • Denomina- se : Pincer • Causa Femoral = “ osso a mais no Fêmur ” • Denomina- se = Cam

RETROVERSÃO ACETABULAR

> Excesso de osso ântero-superior do rebordo acetabular.
> Crossover - Sign

Num acetábulo com sobre cobertura ântero-superior, alinha do rebordo anterior começa proximalmente por ser lateral à linha do rebordo posterior, depois cruza-a e torna-se medial. Esse cruzamento das linhas dos rebordos, no RX AP, é conhecido por "crossover sign", sinal do 8 ou sinal da laçada.

Já numa bacia normal a linha do rebordo anterior do acetábulo (a azul na imagem) é interna relativamente à linha do rebordo posterior (a vermelho daimagem). Estas linhas dos rebordos apenas se tocam na extremidade proximal.

IMPACTO DE TIPO CAM
Osso a mais na parte anterior da junção cabeça-colo e perda de esfericidade da cabeça

O osso excedentário no fêmur localiza-se tipicamente na parte anterior da junção cabeça colo, podendo ou não ter extensão superior. Esse tipo de causa é responsável pela perda de esfericidade da cabeça do fêmur epela diminuição ou mesmo inversão do “offset”, criando neste último caso uma giba ou bossa, como se lhe queira chamar. É responsável pelo conflito de efeito “Cam”.

IMPACTO DE TIPO CAM



Quadril Normal

Quadril alterado na posição em pé

Quadril alterado em posição sentado

Em ancas com anomalias morfológicas acetabulares ou femorais potencialmente “conflituosas” pode ocorrerconflito em amplitudes fisiológicas de movimento no quadrante ântero-superior entre o rebordo desta área e a parte anterior da junção entre a cabeça e o colo.

Representação de lesão do Labrum

Diagnóstico por Imagem

Raios-X

Critério para um ótimo Posicionamento

A radiografia AP deve ser feita com critérios para uma rigorosa avaliação das linhas dos rebordos. Angulação craniocaudalou transversa, mesmo que ligeira, podem mimetizar uma sobre-cobertura num acetábulo normal ou obscurecer uma real sobre-cobertura. No RX AP os buracos obturadores e os pequenos trocânteres deverão aparecer perfeitamente simétricos. A ponta do cóccix deve apontar para a sínfise púbica e ficar de 1 a 2 cm desta.

Lequesne

acetábulo

Rebordo do acetábulo sem sobreposição da cabeça do fêmur.Trocanter maior deverá estar centralizado na cabeça do fêmur.

Cabeça do fêmur

Trocanter maior

Fatores Técnicos
É importante realizar estas incidências, com o uso do cilindro de extensão, para obter uma imagem com melhor definição da articulação femuro-acetabular, focalizando melhor o feixe de raios-x. Raio Central: 5cm abaixo e 5cm medial à EIAS inferior

RX Quadril – Falso Perfil...
tracking img