Estudo de caso: afinal quem manda aqui

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (649 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Estudo de Caso: Afinal, quem manda aqui?

1. As causas principais do conflito entre Ricardo e seus filhos é a divergência de ideias, pois tendo técnicas diferentes de planejamento eadministração acabam por disputar o poder dentro da empresa. Os filhos de Ricardo, por terem feito administração e saberem mais sobre o mercado atual do que seu pai, querem fazer mudanças na empresa as quais seupai não concorda, colocando a empresa em risco, já que essa disputa a desestabiliza.

2. Apesar de Ricardo ser uma pessoa muito experiente nos negócios, suas ideias de planejamento e administraçãopodem estar ultrapassadas, já que não conhece bem o mercado atual. Seus filhos, por outro lado, podem ser considerados um pouco inexperientes já que existem certas coisas que seus filhos podem nãosaber como lidar, por exemplo, os grandes e tradicionais clientes, que podem perder a confiança na administração, que como podemos ver, se liga a imagem de Ricardo.
Mesmo assim, tendo crescido paracuidar da empresa e já atualizados no mercado, o mais seguro seria que os filhos assumissem a empresa, já que a tecnologia muda todos os dias e se a empresa não acompanhar os avanços pode acabar emdecadência.

3. O peso da educação formal, de forma retórica, é praticamente o mesmo do da experiência. Visto que um bom administrador, precisa ter os dois.
Porém, nesse caso, tendo em vistaos filhos e Ricardo, podemos ver que as vezes a educação formal pode ser mais importante na hora da tomada de certas decisões, já que só a experiência limita o aprendizado para aquilo que já sepraticou, não sabendo lidar com novas situações, como as mudanças no mercado, enquanto a educação formal mostra como lidar com várias situações, ainda sim que teoricamente, facilitando a dinâmica deresolução para novos problemas.

4. No caso em questão, os administradores acabam por levar o sentimental muito a dentro das decisões, já que se envolvem pessoas da família. Então, ter um...
tracking img