Estudo das aguas de itabirito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2201 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
“ESTUDO DAS ÁGUAS RESIDUÁRIAS DA ETA DE ITABIRITO – MG:”
A disposição de resíduos de Estações de Tratamento de Água (ETA) tem recebido maior atenção no Brasil nos últimos anos. Dispor estes resíduos, denominados lodos de ETA, de maneira ambientalmente correta configura-se em mais um desafio a ser enfrentado pelas prestadoras de serviços de saneamento. Há muito tempo, o destino destes lodos vemsendo os cursos dágua próximos às estações. No entanto, esta prática vem sendo questionada por órgãos ambientais, os quais estão restringindo e, até mesmo, proibindo esta forma de disposição final. O Estudo das Águas Residuarias da ETA de ITABIRITO teve por objetivo apresentar as alternativas existentes para disposição final dos resíduos das ETAs e proceder uma análise quantitativa e qualitativada geração dos resíduos.
Esta estação é do tipo convencional e trata água de dois mananciais superficiais além de ser responsável pelo abastecimento de, aproximadamente, 30000 habitantes.

Atualmente, um dos grandes problemas enfrentados em Engenharia Sanitária e Ambiental é a destinação a ser dada aos resíduos gerados nas Estações de Tratamento de Água.
O tratamento de água visandotorná-la potável gera uma quantidade de resíduos, que pode ser de diferentes tipos, dependendo da concepção do sistema de tratamento. No Brasil, o sistema de tratamento mais utilizado é o chamado convencional, que gera dois tipos principais de resíduos/rejeitos.

Um deles é a água de lavagem dos filtros, que, em algumas das Estações de Tratamento de Água vem recebendo tratamento e destinaçãoadequados. Esse resíduo (água de lavagem) é reaproveitado, pós tratamento, o que gera uma economia aos sistemas de tratamento. A viabilidade econômica do reaproveitamento desse resíduo é o que tem tornado essa alternativa difundida. No entanto, para o outro resíduo gerado em grandes quantidades nas ETAs, o lodo dos decantadores, ainda se está em busca de uma solução definitiva. Portanto, o seu tratamentoe destinação final ainda são grandes problemas ambientais.
O foco deste estudo são os despejos gerados pela Estação de Tratamento de Água da cidade de Itabirito, Minas Gerais, operada pelo Serviço Municipal de Água e Esgotos (SAAE) desta cidade.
Captação do Córrego do Bação

Com o objetivo de reunir subsídios para proporcionar uma visão geral das alternativas possíveis de uso e disposiçãodos lodos gerados na ETA de Itabirito, adotou-se a seguinte metodologia, com as etapas:

• Levantamento das características físicas e operacionais da ETA, com descrição dos processos e produtos químicos utilizados no tratamento;

• Análise das características da água bruta ao longo do período de 1 ano, e sua implicação na variação do consumo de produtos químicos e, conseqüentemente, nasquantidades de lodo geradas, com dados fornecidos pela área operacional da ETA (2005-2006);

• Quantificação do lodo gerado na ETA: teoricamente, através de fórmulas empíricas; e por dados práticos, através do levantamento de informações e medições realizadas em campo;
• Caracterização dos lodos, por meio de análises químicas;

Para a realização deste trabalho, foram coletadas amostras das águasde lavagem dos filtros da ETA-Itabirito, assim como amostras do lodo gerado nos decantadores da estação. Estas coletas foram realizadas ao longo de 12 meses, e abrangeu os períodos de chuva e períodos de seca. Desta forma foi possível uma avaliação mais ampla acerca da produção de lodo na ETA em estudo.

Captação do Córrego Seco

Foram estudados os resíduos gerados nos decantadores e osoriundos da lavagem dos filtros.
Para a avaliação das características do lodo gerado nos decantadores, foram realizadas coletas de amostras em diversos pontos da unidade de decantação. O estudo do histórico das medidas de turbidez e cor da água bruta foi um fator importante para o estabelecimento de uma relação entre estas medidas e o volume de lodo gerado na ETA-Itabirito.

A quantidade de lodo...
tracking img