Estudo da realidade territorial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3745 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO
Conteúdo
1 INTRODUÇÃO 3
2 DESENVOLVIMEnTO 4
2.1 A CIDADE : Ji-Paraná – Rondônia 5
2.2 O TERRITÓRIO: BAIRRO SÃO FRANCISCO 6
2.2.1 ASPECTOS SOCIOECONOMICOS 6.
2.2.2 Saúde 7
2.2.3 Educação e Ocupação 8
2.2.4 Habitação 10
2.2.5 Segurança Publica 11
2.2.6 Igreja / Religiosidade 11
3 CONCLUSÃO 13REFERENCIAS...............................................................................................14
ANEXO I.....................................................................................................................16
ANEXO II....................................................................................................................18
ANEXOIII...................................................................................................................20
ANEXO IV..................................................................................................................21

INTRODUÇÃO

A pesquisa do curso de extensão do Estagio curricular obrigatório I, sob a supervisão de campo do assistente social Reinaldo Pedro de Alcântara e supervisão acadêmica de Juliana Aparecida do C. Santos, aborda a necessidade doconhecimento da realidade no espaço territorial designado como Bairro São Francisco na cidade de Ji Paraná, estado de Rondônia.

Especifica a instrumentalidade utilizada para a práxis profissional no levantamento da realidade social, visando diagnosticar as mazelas existentes e a ação das políticas publica.

Os elementos importantes utilizados são a visitadomiciliar, a abordagem e a entrevista específica para o conhecimento da realidade territorial.

dESENVOLVIMEnTO

O objetivo deste curso de extensão é levar o acadêmico do serviço social ao campo para aplicação dos instrumentos técnico-operativo como mediadores entre a teoria estudada e a pratica, buscando respostas as demandas apresentadas.
A necessidade de o assistente social entrar em contato com arealidade social faz com que use os instrumentos necessários para o levantamento dos problemas e necessidades, definindo um diagnostico da comunidade. Possibilita ao aluno a capacidade de identificar espaços para intervir na realidade local.

Pensar acerca da instrumentalidade do profissional assistente social faz-se necessário, pois alem de estabelecer os objetivos da ação. A execução dapratica envolve instrumental técnico-operativo profundamente estudado para a ação. Para que se faça um bom uso desses instrumentos técnico-operativos o profissional deve ter domínio e clareza de tais, no intuito de que suas funções seja efetivadas.(guerra-2007)

O acadêmico sai da instituição de ensino para a aplicação da instrumentalidade, utilizando a razão e o compromisso ético-politico como guiapara a visita, abordagem e entrevista como percurso de sua pratica profissional, assim como identificar o perfil socioeconômico, conhecer as políticas publicas, e a infra-estrutura local.

A visita domiciliar é um instrumento que consiste em conhecer a realidade cotidiana de uma determinada família, ou seja, analisar as condições sociais do modo de vida do usuário no local em tais produzem ereproduzem a vida cotidiana.(Bavaresco)

Vale destacar aqui a importância da clareza e intencionalidade dos objetivos pelo qual esta sendo feita a entrevista in loco que é a técnica considerada mais importante para o assistente social poder perceber e analisar as questões objetivas e subjetivas.

2.1 A CIDADE : Ji-Paraná – Rondônia

Não é sempre que acontece, mas quando a determinação cruzacom o acaso em algum ponto da floresta, e, os dois decidem seguir juntos, desse encontro pode nascer uma cidade. O desbravador Cândido Rondon ao instalar um posto telegráfico próximo a um acampamento de seringueiros fez com que a historia de persistência e pioneirismo de ji-paraná começasse a ser contada.(revista ji-Parana)


A cidade de ji-paraná, estado de Rondônia,...
tracking img