Estudante

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (283 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Arco Romano

O arco é outro elemento fundamental da arquitetura romana. Pode estar isolado ou metido na parede, funcionando neste último caso como arco de descarga, o que é dasmais interessantes contribuições dos construtores romanos. Estes arcos de descarga são, em geral, rebaixados; nos vãos livres, pelo contrário, emprega-se sistematicamente o arcosemicircular ou de meio ponto.

Habitualmente o arco aparece numa organização arquitravada, que faz com que entre a curva do arco -ou entre 2 arcos contíguos- e seu enquadramento secriem uns espaços triangulares denominados juntas.

Para a construção dos arcos fazia-se uso de estruturas provisórias de madeira (cimbres), que se retiravam urna vez colocadas asaduelas, isto é, os silhares em forma de cunha que os formavam. Quanto ao modo de dispor essas aduelas, além da normal disposição de convergência das juntas, aparecem sistemas comoo engatilhado -fazendo um corte nas juntas- e o montacavalo - de maneira que seu trasdorso siga a linha das fiadas horizontais da parede-, entre outros. Praticamente, aparecem entãoos sistemas que, renovados no Renascimento, chegarão até os nossos dias.

Na arquitetura romana empregam-se simultaneamente os 2 sistemas de cobertura: em madeira e em pedra oualvenaria. A cobertura de madeira mais habitual é o artesoado, formado por grandes vigas transversais enlaçadas por outras longitudinais, fazendo uma quadrícula. Nas construções decaráter utilitário usa-se a cobertura de 2 águas ou cumeeira. Quanto à cobertura de pedra ou alvenaria, os arquiteros fizeram da abóbada um elemento de construção de primeira ordem.As abóbadas mais frequentes nos edifícios são as de berço e a cúpula, ainda que haja exemplos de abóbadas planas ou rebaixadas.

ARCO ROMANO EM BEJA

ARCO ROMANO EM MANIQUE
tracking img