Estruturas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2299 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ÍNDICE

INTRODUÇÃO……………………………………………………………………………

.1

TRANSFERÊNCIA DE CALOR SEU PROCESSO DE OCORRÊNCIA

2

DEFINIÇÕES

2

TRANSMISSAO DE CALOR - IRRADIACAO

5

ABSORÇÃO, REFLEXÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA

7

A IRRADIAÇÃO TÉRMICA NO QUOTIDIANO

10

CONCLUSÃO

13

BIBLIOGRAFIA ……………………………………………… ………………………………………………………………………………15

0

INTRODUÇÃO
A irradiação é umfenómeno físico deveras importante para a nossa vida. Ela está presente em
cada momento desta e nem todas as vezes nos damos conta disso. O presente trabalho,
resultado de leituras feitas na internet tem como objectivo principal escalarecer o conceito de
irradiação térmica, antes fazendo menção a existência de ostras formas de transmissão de
calor, exemplificando no fim com casos do quotidianopara permitir que através dos mesmos
sejamos capazes de notar a presença deste e podermos compreende-lo sem interrogações de
grande vulto.

1

TRANSFERÊNCIA DE CALOR SEU PROCESSO DE OCORRÊNCIA

Energia térmica é a fracção da energia interna de um corpo que pode ser transferida devido
a uma diferença de temperaturas. Esta fracção é composta pelas formas de energia
microscópicas energiasensível e energia latente. Por exemplo, um corpo colocado num
meio a uma temperatura diferente da que possui recebe ou perde energia, aumentando ou
diminuindo a sua energia térmica (ou interna, armazenada). Esta energia térmica transferida
“para o” ou “do” corpo é vulgarmente designada por “Calor” e o processo é designado por
Transferência de Calor. Não ocorrendo mudança de estado físico, avariação de energia
interna sofrida por um corpo, de massa m, é igual ao calor transferido (Q) e pode ser estimada
pela variação de temperatura ocorrida (ΔT), conhecido o seu calor específico, cP, como
transcrito de uma forma simples pela equação.

Havendo mudança

de estado, a temperatura mantém-se constante, por exemplo na evaporação de uma massa m
de um líquido, e o calor associado écalculado com recurso à equação
onde ΔHvap é a entalpia específica de vaporização (obtida por subtracção da entalpia do
líquido à entalpia do gás).

Antes de entrarmos directamente ao tema pretendido abrimos espaço para definições diversas
que poderão auxiliar-nos no processo de aprendizagem e percepção do tema em análise.

DEFINIÇÕES
Calor é uma forma de energia, é energia térmica transferidade um corpo para o outro. As
unidades mais comuns para se medir o calor são o joule, a caloria e a quilo caloria e o Btu.
Onde
1 Caloria = 4,184 j. Uma caloria tem um valor muito próximo de energia calorífica necessária
para aumentar a temperatura de 1 g de água de 1˚C.
1 Quilocaloria (kcal) é equivalente a 1000cal. Esta unidade também e chamada de grande
caloria. Quando os nutricionistasdão o conteúdo energético dos alimentos em calorias, usam
a unidade kcal.

2

1 BTU = 252 cal é aproximadamente a quantidade de calor necessária para elevar a
temperatura 1lbf de agua de 1˚F.
Calor específico ou capacidade calorífica de uma substancia é a quantidade de calor
necessária para aquecer a unidade de massa de uma substancia de um grau.
Se uma quantidade de calor

ʌQ énecessária para produzir um aumento de temperatura ʌT

em uma massa m então o calor especifico da substancia é:
c = ʌQ / mʌT (para cal.g˚C) ou c = ʌQ/ƿʌT (para BTU,lbf,˚)
Em calorimetria a unidade a unidade tradicional de calor específico e cal/g.C e BTU/lbfF. As
unidades do S.I. são j/kg.K ou Kj/kg.K
O calor específico da agua e 1,00 cal/g.˚C e 1,00 BTU/lbf.˚F mostre-se que o valor numérico
tanto emcal/˚C como BTU/lbf.˚F é o mesmo.
Cada substancia possui seu próprio calor especifico que varia ligeiramente com a
temperatura. A maioria das substancias tem valores de c menores que da agua.
Capacidade Calorífica - de um corpo e a quantidade de calor necessária para aumentar a
temperatura de todo um corpo de um grau. De sua definição, a capacidade calorífica de um
objecto de massa m e...
tracking img