Estresse no trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1693 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTRESSE NO TRABALHO

O estresse é mais antigo que o homem, e embora até hoje a conceituação se apresente como um problema para os pesquisadores da área, o fenômeno não representa uma novidade. É um mecanismo bioquímico antigo de sobrevivência, aperfeiçoado ao longo de sua própria evolução biofisiológica. O “estado de estresse” reflete um conjunto de reações e de respostas do organismonecessário a preservação de sua integridade.
De acordo com ROBBINS (1999) estresse é uma condição dinâmica na qual um indivíduo é confrontado por uma oportunidade, restrição ou exigência relacionada ao que ele deseja e pela qual o resultado é percebido como sendo tanto incerto quanto importante.
LOPES (2007) define o estresse como uma epidemia em que a sociedade se torna complexa e competitiva e que nabusca pelas metas e cobranças, as pessoas deixam o seu bem estar em segundo plano.
COOPER (1993) define o estresse no trabalho como um problema de natureza perceptiva, resultante da incapacidade de lidar com as fontes de pressão no trabalho, tendo como conseqüências, problema na saúde física, mental e na satisfação no trabalho, afetando não só o indivíduo como as organizações. JOHN (1999) noslembra que no ambiente organizacional, o estresse tem origem em muitas fontes. Pode se resultar de exigências altas ou baixas demais, de conflitos e ambigüidade de papéis, de más relações interpessoais ou de progresso rápido ou lento demais na carreira. Acredita-se que as pressões aumentem nas mesmas proporções em que se alcança o topo da hierarquia na empresa. Entre os estressores comuns no local detrabalho estão incluídos: exigências da tarefa; ambigüidade do papel; conflitos do papel; dilemas éticos; problemas interpessoais; desenvolvimentos de carreira; ambiente físico.
O estresse tem dois lados: o positivo e o negativo. Na realidade, uma das tarefas mais difíceis em qualquer ambiente de trabalho consiste em descobrir o ponto de equilíbrio, permitindo que as vantagens do estresse sejamconseguidas sem que as desvantagens venham juntas. SELYE (1980) referiu que nem sempre as reações ao stress são más, sendo mesmo necessário certo nível de stress para a motivação, o crescimento e desenvolvimento individual.
O estresse construtivo, ou eustresse, pode ter um efeito positivo sobre a pessoa e/ou organização. Níveis moderados de estresse podem energizar, incentivando o esforço notrabalho, estimulando a criatividade e encorajando para um maior empenho. Para ROBBINS (1999) o estresse não é necessariamente mau por si só. Embora o estresse seja discutido geralmente no contexto negativo, ele também tem um valor positivo. É uma oportunidade em que ele oferece ganho potencial. Considere, por exemplo, o desempenho superior que um atleta ou artista dá em situações de “garra”. Estesindivíduos geralmente usam o estresse positivamente como móvel para chegarem ao desempenho máximo, ou próximo a ele.
O estresse destrutivo ou distresse é disfuncional para a pessoa e/ou organização. Enquanto os níveis moderados de estresse podem melhorar o desempenho, os níveis excessivamente altos podem reduzi-lo. O estresse excessivo sobrecarrega e mina as condições físicas e mentais de umapessoa. Sinais de estresse extremo incluem absenteísmo, alta rotatividade, erros, acidentes, insatisfação, desempenho reduzido, assim como redução nos hábitos alimentares, aumento do consumo de cigarros ou álcool, fala rápida, inquietação, problemas no sono e até mesmo comportamento antiético.
ROBBINS (1999) diz que dentro da organização, não há escassez de fatores que podem causar estresse. Pressõespara evitar erros ou completar tarefas num período limitado de tempo, sobrecarga de trabalho, um chefe exigente e insensível e colegas desagradáveis são alguns poucos exemplos. Pode-se experimentar também, ansiedade significativa (reação de alarme) diante de desentendimentos com colegas, diante da sobrecarga e da corrida contra o tempo, diante da insatisfação salarial e, dependendo da pessoa,...
tracking img