Estagio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8443 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O principal objetivo deste trabalho é demonstrar como proceder com os lançamentos de notas para a apuração de impostos, emissão de guias e emissão dos livros fiscais da empresa AR CONFEÇÕES LTDA no sistema Questor.
A empresa abordada tem como modalidade de apuração dos impostos o Lucro Presumido, onde, a configuração do sistema traz suas devidas alíquotas para a emissão das guiasdos impostos a serem pagos.
No desenvolvimento teórico serão citados os principais impostos sobre o faturamento e as modalidades de apuração de lucro como: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido.
Quanto à metodologia, trata-se basicamente de transformar a teoria em pratica, através das informações digitadas no sistema para o levantamento dos dados Fiscais da Empresa e a apuração dosimpostos, onde será demonstrado passo a passo os processos efetuados na Escrita Fiscal. Contamos com a visualização de imagens adquiridas no decorrer das aulas e a descrição de cada etapa trabalhada.
A finalização deste trabalho é composta pelo referencial bibliográfico utilizado na definição teórica e o estudo realizado no laboratório de informática.






1 INFORMAÇÕES CONTABÉIS E SEUSUSUÁRIOS
A contabilidade constitui-se em um sistema de informações formal e estruturado, tendo como um dos objetivos principais disponibilizar informações para controle do patrimônio, avaliação de desempenho e tomada de decisão.
O papel da contabilidade nas empresas é o de produzir informações de forma ordenada, expressas em relatórios, de modo a atender às necessidades dos usuários. Para atingiresse objetivo, é necessário tratar a contabilidade como um sistema de informações, destacando a importância de se prover informações úteis aos usuários desse sistema, que possuem interesses específicos que devem ser respeitados. Os usuários externos devem ser atendidos de maneira satisfatória pelas informações contábeis divulgadas através da contabilidade financeira. Estas informações devem serproduzidas em conformidade com os princípios, normas contábeis e com toda a legislação à qual a empresa está submetida. Os usuários externos possuem a expectativa de receberem informações confiáveis que favoreçam a tomada de decisão. Já os usuários internos, através da contabilidade gerencial, também devem ser atendidos da melhor forma possível. Se as empresas tiverem foco apenas nos usuáriosexternos, poderão prejudicar a satisfação dos usuários internos, na medida em que as informações necessárias para que os usuários internos executem suas atividades não serão disponibilizadas.



2 PRINCIPAIS IMPOSTOS SOBRE O FATURAMENTO E LUCRO
2.1 Simples Nacional
O Simples Federal sob a Lei nº. 9.317/96 que foi alterado pela lei complementar 123/2006 conforme o art. 89, na qual institui oEstatuto Nacional da microempresa e empresa de pequeno porte, tornando assim o Super Simples em Simples Nacional, sendo este imposto à unificação dos impostos incidentes sobre venda e prestação de serviço (Receita Federal, 2012).
O Simples Nacional tem o objetivo de demonstrar sua validade e legitimidade, apresentando em seu subsistema tributário opcional e especial, dando a oportunidade docontribuinte unificar sua forma de pagamento dos tributos.
“O Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, denominado Simples Nacional, é o principal instituto da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, o novo Estatuto das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, lei que alterou regras do Código Civil, do CódigoTributário Nacional, da Consolidação das Leis do Trabalho, da Lei das Licitações e de diversos outros diplomas legais, materiais e processuais que interferem decisivamente no cotidiano dos empresários.(UOL, 2012).”
A empresa para ser optante do Simples Nacional não poderá ter nenhum fato impeditivo para o seu enquadramento, podendo este ser consultado na Resolução CGSN 35/2008, alterada pela...
tracking img