Espuma de limpeza facial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3632 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdades Oswaldo Cruz

Produtos étnicos

Disciplina : Cosmetologia

Grupo:

Introdução Teórica

EMULSÕES

Dizemos que emulsão é um sistema heterogêneo, de duas fases, onde uma é a dispersa (que é uma fase descontinua - interna) e outro é o dispersante (que é uma fase continua – externa); em outras palavras é constituído por gotículas de um líquido disseminadas no seio de um outrosob agitação com ele imiscível (diferente em relação ao colóide). Sendo esta definição clássica e tradicional não traduzindo fielmente o que considera uma emulsão.

Becker adotou um critério mais preciso e rigoroso ao definir tais produtos: “emulsão é um sistema heterogêneo constituído, pelo menos por um líquido imiscível intimamente disperso num outro líquido sob a forma de gotículas, cujodiâmetro, em geral, excede 0,1 Mm. Tais sistemas apresentam um mínimo de estabilidade, a qual pode ser aumentada pela adição de certas substâncias, como agentes tensoativos, sólidos finamente divididos, etc.” ·

Este conceito se diferencia dos outros por salientar que toda emulsão deve apresentar uma certa estabilidade (usa-se um agente emulsificante), a qual constitui uma das propriedadesfundamentais destes produtos, além de se referir a algumas substâncias capazes de a tornarem mais duradouras e portanto aumentar o tempo de vida destes sistemas dispersos.

As emulsões assumiram importante papel no campo farmacêutico e na indústria dos cosméticos devendo-se o extraordinário incremento que seu uso registrou nos últimos anos ao desenvolvimento dos conhecimentos científicos etecnológicos, os quais permitiram aumentar a estabilidade e o prazo de utilização destas preparações .

Acresce ainda o fato de as emulsões terem alto potencial termodinâmico e, portanto, cederem com mais facilidade fármacos para locais onde eles possam formar sistemas de baixo potencial, ou seja, termodinamicamente mais estáveis.

Tipos de Emulsões

Algumas vezes são feitas distinçõesentre emulsões naturais e artificiais sendo que esta distinção praticamente sem importância, pois hoje, a quase totalidade das emulsões de interesse farmacêutico são artificiais.

Em qualquer dos casos, só haverá emulsões quando um líquido estiver dividido em pequeníssimos glóbulos no seio de um outro. Teremos assim a fase que se apresenta dividida e constitui a fase interna, dispersa oudescontínua, ao passo que o líquido que rodeia as gotículas da fase dispersa recebe o nome de fase externa, dispersante ou contínua. Além disso, em quase todas emulsões figura um terceiro componente o agente emulsivo, que age tornando a emulsão mais estável, pois interpõem – se as fases dispersa e dispersante , retardando assim sua separação, e que constitui a interfase.

Os dois componentesbásicos de uma emulsão são a água e o óleo ou uma substância lipossolúvel, poderemos classificar as emulsões em dois tipos distintos, de acordo com a natureza da respectiva fase dispersa estaremos perante a uma emulsão óleo/ água (O/A), sendo a emulsão do tipo água/ óleo (A/O) se verifica o inverso.

Emulsões para uso interno

Uma emulsão para uso interno pode ser administradaoralmente ou por via endovenosa.Com muito menos freqüência utilizam – se emulsões O/A ou A/O por via intramuscular.

a) Emulsões administradas por via oral : destinadas a serem administradas por via oral pertencem exclusivamente ao tipo O/A.

b) Emulsões administradas por via endovenosa: tem-se proposto nos últimos anos a administração por via parenteral , de óleos alimentares e medicinais soba forma de emulsões do tipo O/A .

Emulsões para uso externo

As emulsões constituem uma das formas mais usadas em dermatologia, podendo se afirmar que têm vindo a substituir as antigas pomadas feitas com excipientes de natureza gordurosa.

As emulsões para aplicação externa tanto podem ser do tipo O/A como do tipo A/O, tornando-se possível preparar fórmulas de consistência...
tracking img