Escola de yoga

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2719 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aluna: Naiara Borges do Rosário

Consultoria de Gestão em Marketing no
Plano de Negócios: Yoga Ganesha

Salvador
2012

1. Introdução

A tendência inicial não é a de criar centros exclusivamente para a prática de Yoga. Os Centros optam por conciliar esta atividade com outras que, de certa forma, se complementam e assim conseguem não só satisfazer as necessidades de um maior número depraticantes que poderão optar pelas diferentes atividades como também acabar por realizar uma maior margem de lucro. Estes centros contam com lanchonetes onde são servidos alimentos naturais, assim como têm espaços onde são organizadas ações de formação para certificação de professores de Ioga, outros cursos sobre a temática, seminários e conferências, e até comercializados produtos tais comovestuário e livros. Contudo os centros que se dedicam exclusivamente à prática de Yoga afirmam que é uma questão de fidelização. Para fidelizar o aluno dizem ser necessário haver uma entrega total que muitas vezes se transforma em amizade e numa relação de cumplicidade que o professor preza e alimenta nas suas aulas e fora delas.

2. O Negócio

A Yoga Ganesha é uma empresa de prestação deserviços que está inserida no mercado brasileiro, mais especificamente no mercado de Brasília, no setor de academias de ginástica. A empresa traz um conceito diferente, bem aliado ao de centro de saúde preventiva, já que há dados da OMS que indicam que a prática freqüente de atividades físicas previne uma série de doenças e contribui para uma economia grande em gastos médicos. O conceito da Yoga Ganeshaestá muito aliado ao novo conceito de vida que a academia quer introduzir, tendo uma preocupação social com a qualidade de vida dos soteropolitanos, mais precisamente os que habitam sua área de influência. O negócio da Yoga Ganesha é ser uma academia (escola) com conceito diferenciado por ter ênfase na saúde e não na estética. Sendo assim, funciona como um centro de saúde preventiva trazendobem-estar e contribuindo para a qualidade de vida dos clientes. Esse é o foco: vender saúde e qualidade de vida. Dessa forma, o negócio é proporcionar essa experiência aos clientes e não apenas ministrar as aulas de Yoga e formar instrutores.

2.1 Descrição do Setor da Economia

O mercado brasileiro de fitness e bem-estar, já conhecido com um dos segmentos mais promissores da economia nacional,alcançou um crescimento ainda mais expressivo no último ano. Segundo dados do IHRSA Latin American Report 2012 e do Instituto Fitness Brasil, o país aumentou em cerca de 30% o seu número de academias, totalizando 23.400 estabelecimentos. De acordo com o relatório, o Brasil teve também um aumento de faturamento de cerca de 10% neste mercado, chegando a R$ 2,45 bilhões anuais.

2.2 Mercado Alvo3. Referencial Analitico

O marketing é uma atividade que deve ser praticada desde o recepcionista à gerência sênior. O marketing é uma expressão do caráter da empresa, é de responsabilidade da empresa, como um todo. McKenna também comenta que o verdadeiro objetivo do marketing é ganhar o mercado, não apenas fazer ou para vender produtos. McKenna, Drucker, Blackwell (1983)

O marketing é aúnica função e somente essa, a função da empresa. Ele também diz que o objetivo do marketing é tornar a venda supérflua. Marketing deve compreender tão bem as necessidades do cliente, que o produto, ou serviço, se ajusta às necessidades do cliente e se vende por si mesmo. Drucker (1999)

Destacam o que eles chamam a quarta lei do marketing, que diz que o marketing não é uma batalha de produtos,é uma batalha de percepções. Al Ries e Jack Trout (2009)

Define as teorias de marketing como um conjunto de técnicas, baseadas em um determinado estado de espírito, que pretendem satisfazer, nas melhores condições psicológicas para o mercado, e nas melhores condições financeiras para o distribuidor, as necessidades naturais ou as suscitadas. Armand Dayan (2007)

Pode-se, então, afirmar...
tracking img