Erros e medida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3225 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ERROS DE MEDIÇÃO E EXPRESSÃO DE RESULTADOS


1 - Exatidão e precisão

Os termos exatidão e precisão são em geral usados indistintamente e, por isso, inadequadamente para referir-se a um valor numérico.

A exatidão de uma medida expressa a diferença de um valor determinado (medido) e o valor verdadeiro. Diz-se que a medição tem alta ou baixa exatidão conforme o valor medido estápróximo ou afastado do verdadeiro valor.

Por outro lado, a precisão de um conjunto de determinações da mesma quantidade expressa as diferenças entre as determinações (ou repetições). Se os valores são próximos, as determinações têm alta precisão; se muito diferentes, a precisão é baixa.

Supondo, por exemplo, que uma análise química de um solo seja feita em quintuplicata por trêsmétodos diferentes, A, B e C, e que os resultados obtidos sejam ilustrados na Figura 1. Em cada conjunto de determinações, os valores não são coincidentes devido ao erro experimental. O método A tem alta precisão, pois estes valores estão próximos do valor verdadeiro. O método B tem alta precisão, mas baixa exatidão, pois os valores das determinações individuais estão afastados do valorverdadeiro. O método C tem baixa precisão, porque os valores das determinações individuais são muito discordantes e baixa exatidão, pois estes valores estão afastados do valor verdadeiro (exceto em uma determinação favorecida pela sorte).




|Método |alta precisão | |
|A || |


Figura 1. Ilustração dos conceitos de precisão e de exatidão.


2 - Tipos de erro

Os erros podem ser classificados em erros devidos ao acaso e erros determinados. O erro devido ao acaso varia não reprodutivelmente de uma determinação para outra em um conjunto derepetições e não apresenta o mesmo valor entre duas determinações quaisquer do conjunto, exceto por acaso. O erro determinado é aquele que afeta todos os valores de um conjunto de determinações (repetições) da mesma maneira e permanece constante em todas as determinações. Na Figura 1, os erros dos métodos A e C são predominantemente devidos ao acaso, enquanto os erros do método B são principalmenteerros determinados.

Como exemplo específico, considere-se que se determine diversas vezes o comprimento de uma tábua com auxílio de uma fita métrica de tecido, graduada em cm, expressando-se o resultado com a exatidão de 0,1 cm. Os seguintes erros variam de uma medição para outra, sendo, portanto, devidos ao acaso, cada qual contribuindo para a dispersão dos dados das mediçõesindividuais: a) falhas no alinhamento nas extremidades da tábua e da fita; b) falha na estimativa dos 0,1 cm; c) variação na tensão da fita ao ser feita a medição. Por outro lado, se a fita for velha e tiver sido permanentemente deformada pelo uso, de modo a propiciar leituras de alguns décimos de cm a mais que o comprimento verdadeiro da tábua, este erro é determinado, sendo o mesmo em todas asdeterminações.

É importante considerar que esta classificação de erros é ideal. Na prática, qualquer erro real é composto por diversas fontes de erro, algumas das quais podem ser devidas ao acaso e algumas são determinadas.

3 - Expressão de resultados

3.1 – Incerteza das medidas

Qualquer valor de medição possui certo erro inerente à medida. Não havendo referência em contrário, pressupõe-seque o último dígito de um número que expressa uma medição possui uma incerteza de ( 1. Assim, um valor de comprimento de 1,013 cm não significa exatamente 1,013 cm, mas que o comprimento do objeto medido está numa faixa de 1,013 ( 0,001 cm ou entre 1,012 e 1,014 cm. A incerteza de uma medição pode ser expressa em base absoluta ou relativa, como a razão da magnitude da incerteza para a magnitude...
tracking img