Eritroblastose fetal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (256 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
* Eritroblastose Fetal
* A eritroblastose fetal ou doença hemolítica do RN surge quando uma mãe Rh- dá à luz uma criança com sangue Rh+.
Oquê ocorre com o RN ?
* ocorrer no organismo do RN uma intensa destruição de hemácias, o que resultará em uma anemia profunda, além de uma icterícia adquirida, emresposta ao acúmulo de bilirrubina, sintetizada no fígado a partir de hemoglobina das hemácias destruídas. Como conseqüência da anemia, são produzidas e liberadas nacorrente sanguínea hemácias imaturas, denominadas eritroblastos.
Sinais e Sintomas
anemia grave, icterícia provocada pelo aumento na concentração de bilirrubina nosangue, elevação da frequência cardíaca, aumento do tamanho do baço e do fígado, presença de hemácias jovens no sangue circulante e, nos casos mais graves, edemageneralizado.
Prevenção
* Recomenda-se a administração endovenosa de gamaglobulina anti-Rh. Essa substância irá causar o bloqueio do processo que sintetiza anticorpos contrao sangue Rh+ do feto. A mãe recebe uma dose passiva temporária de anticorpos que eliminam as encontradas na corrente sanguínea que sejam Rh+, impossibilitando, destemodo, que a mãe produza anticorpos permanentes.
Tratamento
* O tratamento da Eritroblastose Fetal é feito logo após a mãe dar a luz ao primeiro filho com Rh +,injeta-se na mãe uma quantidade de anticorpos anti-Rh, conhecido também como imunoglobulina, a função dessa substância é justamente destruir de forma rápida as hemácias dosangue Rh + do feto que se misturou com o da mãe; dessa forma, não da tempo da mãe desenvolver uma sensibilidade ao Rh +, não desenvolvendo os anticorpos anti Rh +.
tracking img