Epilepsia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3667 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Epilepsia

A epilepsia e uma alteração na actividade eléctrica do cérebro, temporária e reversível, que produz manifestações motoras, sensoriais, psíquicas, ou neurovegetativas.
O termo epilepsia refere-se a uma condição crónica de ataques periódicos, causados por uma condição fisiopatológica da função cerebral resultante da descarga espontânea e excessiva de neurónios corticais – disritmiacerebral paroxística . No entanto, não se deve entender a epilepsia como uma doença exclusivamente compulsiva. Para ser considerada epilepsia, devem ser excluídos os sintomas de convulsão causada por febre, drogas ou distúrbios metabólicos, que já t m uma classificação diferente. Existem várias causas para a epilepsia, pois muitos factores podem lesionar os neurónios ou o modo que estes comunicamentre si.

Em algum momento, 2 % da população adulta tem uma convulsão. Um terço desse grupo tem convulsões recorrentes (epilepsia). Em certa de 25% dos adultos com epilepsia e possível conhecer a causa quando se realizam exames como um electroencefalograma (EEG), que revela uma actividade eléctrica anormal, ou uma ressonância magnética (RM), que pode revelar cicatrizes em pequenas áreas do cérebro.Em alguns casos, estes defeitos podem ser cicatrizes microscópicas como consequência de uma lesão cerebral durante o nascimento ou depois deste. Alguns tipos de perturbações convulsivas são hereditários (como a epilepsia juvenil mitológica). No resto das pessoas com epilepsia a doença denomina-se idiopática, isto é, não se evidencia nenhuma lesão cerebral nem se conhece a causa. As pessoas comepilepsia idiopática têm, habitualmente, a sua crise convulsiva entre os 2 e os 14 anos de idade. As convulsões antes dos 2 anos de idade costumam ser causadas por defeitos cerebrais, desequilíbrios no sangue ou febres elevadas. É mais provável que as convulsões que se iniciam depois dos 25 anos sejam consequência de um traumatismo cerebral, um acidente vascular cerebral (AVC) ou outra doença. Ascrises epilépticas podem ser desencadeadas por sons repetitivos, luzes cintilantes, videojogos, ou inclusive tocando em certas partes do corpo. Mesmo um estímulo leve pode desencadear as convulsões em pessoas com epilepsia. Até nas que não sofrem de epilepsia, um estímulo muito forte pode desencadeá-la (como certos fármacos, valores baixos de oxigénio no sangue ou valores muito baixos de açúcar nosangue).

Sintomas

As convulsões epilépticas às vezes classificam-se segundo as suas características. As convulsões parciais simples iniciam-se com descargas eléctricas numa área pequena do cérebro e estas descargas permanecem limitadas a essa zona. Conforme a parte afectada do cérebro, a pessoa experimenta sensações anormais, movimentos ou alucinações psíquicas. Por exemplo, se a descargaeléctrica se produz na parte do cérebro que controla os movimentos musculares do braço direito, este pode apresentar elasticidade muscular intensa e contracções. Se ocorre no mais profundo do lobo anterior (a parte do cérebro que percebe os odores) a pessoa pode sentir um odor agradável ou desagradável muito intenso. A pessoa com uma alucinação psíquica pode experimentar, por exemplo, um sentimento dedéjà vu, pelo que um ambiente desconhecido lhe parece inexplicavelmente familiar.
Nas convulsões jacksonianas, os sintomas iniciam-se numa parte isolada do corpo, como a mão ou o pé, e depois ascendem pelo membro ao mesmo tempo que a actividade eléctrica se estende pelo cérebro. As convulsões parciais complexas (psicomotoras) iniciam-se com um período de um ou de dois minutos durante o qual a pessoaperde contacto com o seu meio. A pessoa pode cambalear, efectuar movimentos involuntários e descoordenados dos braços e das pernas, emitir sons ininteligíveis, não entender o que os outros exprimem e pode resistir à ajuda que lhe prestem. O estado de confusão dura alguns minutos e é seguido por uma recuperação total.
As crises convulsivas (grande mal ou convulsões tónico-clónicas) iniciam-se,...
tracking img