Epilepsia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4140 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Diagnóstico, avaliação e intervenção na Epilepsia

















Índice

Introdução……………………………………………………………………...………………3

I- Enquadramento Teórico
1. O que é a Epilepsia?...................................................................................................4
2. Quais as causas daEpilepsia?.....................................................................................5


II- Diagnóstico
1. Como se diagnostica a Epilepsia?............................................................................6
1. Diagnóstico diferencial………………………………………………………...7
2. Diagnóstico etiológico………………………………………………………....7
3. Classificação das crises epilépticas……………………………………………8
3.1 Crises Generalizadas……………………………………………………….8
3.2Crises Parciais………………………………………………………….......9

III- Avaliação
1. A criança epiléptica tem de ser tratada?.................................................................11
2. Como ajudar a criança a tratar a epilepsia?............................................................11

IV- Intervenção
1. Qual o papel do professor na intervenção com a criança epiléptica?.....................132. A criança epiléptica na escola…………………………………………………....16

Conclusão……………………………………………………………………………………..18

Bibliografia…………………………………………………………………………………...19





Introdução

Este trabalho tem como tema: “Diagnóstico, avaliação e intervenção na Epilepsia” e é elaborado no âmbito da unidade curricular Diagnóstico, Avaliação e Intervenção em Necessidades Educativas Especiais docurso de Especialização em Educação Especial – Domínio Cognitivo e Motor.
O objectivo principal deste trabalho é investigar as principais características da Epilepsia e conhecer como se processa o diagnóstico desta alteração de células cerebrais e ainda analisar como avaliar e intervir com crianças que apresentam um historial clínico de crises epilépticas.
O nosso trabalho divide-seem quatro componentes: enquadramento teórico, diagnóstico, avaliação e, por fim, intervenção.
Com este trabalho procuramos conhecer o que é a epilepsia, como é que ela se manifesta nas crianças e quais as várias causas do seu aparecimento. Pretendemos conhecer como se diagnostica esta disfunção, os tratamentos e cuidados necessários para ajudar a criança a viver uma vida o mais normalpossível e ainda o papel do professor na sala de aula com crianças que apresentam epilepsia.
Para concluir, resta acrescentar que se trata de um trabalho coerente e organizado, de modo a tentar esclarecer todos aqueles que pretendem, tal como nós, entender o mundo maravilhoso, tantas vezes próximo e tantas vezes distante do nosso, das crianças epilépticas e quais as estratégias a adoptar paraintegrar a criança para que se sinta bem na sua pele e no seu meio ambiente.










I – Enquadramento teórico


1. O que é a Epilepsia?


A Epilepsia, um sintoma de uma desordem neurológica, é conhecida há já muito tempo, sendo que uma das suas primeiras referências data o ano 2000 a.C. Foi só a meados do século XIX que se iniciou o estudo desta desordem no ponto devista científico.
Ao longo dos tempos, a sociedade tem tido diferentes perspectivas dos indivíduos com epilepsia, criando um estigma social que afecta tanto os indivíduos epilépticos como os seus respectivos familiares.
“O facto de as suas causas não serem conhecidas originou o aparecimento de numerosas crenças incorrectas. Em algumas culturas, por exemplo, pensava-se que estes indivíduostinham poderes divinos ou demoníacos. Acreditou-se também, que a epilepsia era contagiosa e que estava na origem da deficiência mental ou de doenças do foro mental.” (NIELSEN,1999:83).
A epilepsia é um conjunto de manifestações clínicas sob a forma de crises convulsivas de alterações de comportamentos, consciência, movimentos ou acções que resultam de descargas espontâneas de uma ou mais funções...
tracking img