Epicurismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1856 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Curso de Direito













Epicurismo: Ética, Prazer e Sensação




Adriano Alves de Morais
Ivan Leonardo Ribeiro
Herick Messias Soares de Paula
Leila de Cavalho Vitoriano
Lorena Cristiny Veloso de Oliveira
Marcus Vinícius de Mesquita
Neudes Povoa da Costa
Ruan Carlos Lima Lira
Silvia Cavalcante
Walmer Souza Aguiar





Ceilândia/DF
2012

Adriano Alves deMorais
Ivan Leonardo Ribeiro
Herick Messias Soares de Paula
Leila de Cavalho Vitoriano
Lorena Cristiny Veloso de Oliveira
Marcus Vinícius de Mesquita
Neudes Povoa da Costa
Ruan Carlos Lima Lira
Silvia Cavalcante
Walmer Souza Aguiar









Epicurismo: Ética, Prazer e Sensação




Resenha Crítica apresentada como requisito para complementar a nota do primeiro bimestre dadisciplina Filosofia, pelo Curso de Direito do Instituto de Educação Superior de Brasília, ministrada pelo professor Ademar João Pedron.











Ceilândia/DF
2012

Sumário

Introdução 4
Doutrina Epicúrea 5
Ética Epicúrea 6
Prazer e Justiça 6
Conclusão 8
Referências Bibliográficas 10



































Introdução



Opresente trabalho irá abordar o pensamento epicurista, onde o prazer é eleito como a finalidade do agir humano. Tenta explicar tudo através da composição da matéria.

Partindo do pressuposto que os átomos (elemento químico que compõem toda matéria) possui durabilidade infinita, diversidade de forma, e que sempre existiram desde os primórdios, o adotaram como núcleo de organização de seusconceitos filosóficos. A partir da interação dos átonos que é gerado a condição para a vida humana segundo os epicuristas, com isto eles discutiam sobre a matéria, os átonos e as sensações .

Viam a morte como a privação da sensações em consequência da desagregação dos átonos geradores da vida.

É com base nessas sensações que o homem forma seu conhecimento, sensações estas que aguça a percepçãohumana do mundo, percepção que se dá em função da abertura dos seus sentidos. Ou seja para os epicuristas a sensação está acima de qualquer fonte metafísica do conhecimento.

Então, onde estão os sentidos está a ética humana, todo homem vai agir de modo a evitar a dor e procurar o prazer. Organizando sua vivência baseando-se nas experiencias anteriores de dor e prazer, e teoricamente alcançando afelicidade sabendo escolher os prazeres úteis, naturais e necessários.

A doutrina epicurista, nitidamente materialista, usa a física para explicar ética, o todo, o Universo a partir dos elementos que o integram.





Doutrina Epicúrea



O pensador grego Epicuro dos Santos nasceu em Samos em 341 a.C. e morreu em Atenas em 271 a.C. Cedo dedicou a filosofia e a corrente depensamentos, por suas teorias polemicas foi contestado em suas ideias e ate se opuseram pelos preceitos que produzia. Epicuro defendia o prazer e o equivalente a ausência da dor. Suas viagens foi acompanhado por amigos e discípulos pelos quais tinham um bom conceito entre eles tinha ate mesmo reconhecimento e elogios públicos. Pode-se dizer que a teoria Epicurista tem suas peculiaridades (teoria própria)por seus pensamentos extravagantes.
Por volta do século V a Grécia até então estava indo tudo bem a cidade em alta tanto a política quanto a arte, a poesia e a filosofia. No século IV passa a ser o século do declínio de um período. Com a morte de Sócrates em 399 a.C., só se firmou o que já estava acontecendo o arruíno sócio-político-cultural como reflexo tanto os filosóficos,platonismo e oaristotelismo quanto os epicuristas desapontados com a política se afastaram das políticas .Os epicuristas iam para as escolas e para os jardins em Atenas para fazerem suas reflexões e discussões filosóficas.
A diferença da doutrina epicurista para as outras filosofias era que cada uma tinha sua teoria própria e seu desapontamento pela política. A doutrina epicurista dá uma explicação do mundo a...
tracking img