Ensaio sobre o fato, a verdade e a certeza

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2395 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Ensaio Sobre o Fato, a Verdade e a Certeza

2ª Parte do capítulo da Verdade

Aristóteles dizia: "Negar aquilo que é e afirmar aquilo que não é é falso, enquanto afirmar o que é e pegar o que não é, é a verdade" (Met., IV, 7, 1011 b 26 ss.; v. V, 29, 1024 b 25). Aristóteles enunciava também as duas teses fundamentais dessa concepção de verdade. A primeira é que a verdade está no pensamento ouna linguagem, não no ser ou na coisa (Mel, VI, 4, 1027 b 25). O segundo é que a medida da verdade é o ser ou a coisa, não o pensamento ou o discurso: de modo que uma coisa não é branca porque se afirme com verdade que ela assim é, mas afirma-se com verdade que ela é branca porque é (Met., IX, 10, 1051 b 5).
A verdade não reina absoluta no intelecto do ser humano, pois nem sempre a proposição estáem conformidade com a coisa. Antes, pelo inverso, se contrapõe a ela a não-verdade (involuntária distorção da verdade) e a mentira (voluntária distorção da verdade), e é justamente a diferença da não-verdade e da mentira que o juiz pode obter a verdade, pois a não-verdade decorre da não concordância da proposição com a coisa, e a mentira há conformidade.
Levando em consideração esses aspectos daverdade, da não-verdade e da mentira, podemos analisar mecanismos que separam o lembrar do esquecer que tem sido um grande desafio da ciência moderna, pois o conceito de memória varia de acordo com a especialidade no qual será aplicado. No entanto, um dos conceitos mais usados é a de memória como capacidade de reter e manipular informações adquiridas anteriormente.
Apesar de todas as análises jáfeitas por pesquisadores, ainda há uma questão que muito os intriga que é a relação da memória de curta e de longa duração. Portanto, há alguns que defendem que a memória de curta duração seria apenas o início do processo que levaria à formação de uma memória de longa duração.
A memória de curto prazo tem baixa capacidade de retenção da informação, ou seja, ela tem duração de alguns segundos ouno máximo poucos minutos. Ela é responsável por gerenciar nossa realidade. A duração de informação em memória a curto prazo é pequena e decaimento normalmente acontece dentro aproximadamente 15 segundos. Informação pode ser copiada ou pode ser transferida deste depósito para depósito a longo prazo. A informação que será lembrada ou será esquecida depende de eventos antes e depois que a informaçãoseja armazenada. Eventos que acontecem antes a armazenamento da informação podem efetuar a quantidade de  informação lembrada e armazenada, e por quanto tempo. Em estudos administrados em interferência, foi descoberto que conhecimento anterior de um tópico particular afeta a habilidade para codificar e se lembrar de informação nova relacionada àquele tópico. Por exemplo, os que possuemconhecimento extenso em um tópico anterior para exposição de informação nova relacionada àquele tópico podem melhor codificar e se lembrar de informação que os com pequeno ou nenhum conhecimento prévio. Isto é chamado interferência proativa. Eventos que acontecem após o armazenamento  informação também podem afetar o armazenamento, também  chamada interferência de reativa. Estudos feitos em interferência e oarmazenamento de informação em memória a curto prazo concluiram que ao quanto mais semelhante a informação obtida antes e depois do armazenamento seja à informação desejada, o mais provável é interferir.
Já a memória de longo prazo tem o processo de formação de arquivo e consolidação, e pode durar minutos e horas a meses e décadas, como nossas lembranças da infância ou de conhecimentosadquiridos na escola. São armazenados dois tipos de memória no depósito a longo prazo; episódico e semântico. O primeiro tipo é memória de episódico, ou um registro de experiências de vida pessoais e eventos. Informação em memória episódica é associada com um lugar e/ou  tempo particular. O segundo tipo de memória é memória semântica, ou informação que não é associado com um tempo particular ou lugar....
tracking img