Engenharia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1185 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNICEUMA- CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO

Engenharia Civil

DIVERSÃO ATRAVÉS DA FÍSICA
“Montanha Russa”

São Luís – MA
2012
UNICEUMA- CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO

RELATÓRIO

Disciplina: Física Geral e Experimental
Professor: Elsom José
Projeto: Montanha Russa
Turma: 670203
Data da Entrega: 21/09/2012
Componentes do Grupo: Andressa Conceição de Maria Galvão MeloCristhian Matheus Ribeiro Costa
Gislaynne Barbosa de Oliveira
Hugo Figueiredo Baquil
José Ernandes Ferreira Sobrinho Filho

São Luís – MA
2012
SUMÁRIO

1. Introdução _________________________________
2. Diversãoatravés da física _________________________________
2.1 Materiais utilizado _________________________________
2.2 Procedimento _________________________________
3. Questionário _________________________________
4. Contexto histórico _________________________________
5. Conclusão_________________________________
6. Referências bibliográficas _________________________________

1. INTRODUÇÃO

Uma montanha-russa consiste em uma série de vagões conectados que se movem sobre trilhos. Mas, ao contrário de um trem de passageiros, ela não possui motor ou fonte de energia própria.
Na maioria dos percursos, a montanha-russa é movida apenas pelas forças de inércia e da gravidade. A únicaaplicação de energia ocorre bem no início da viagem, quando o trem é puxado para cima da primeira colina (chamada colina de elevação).
O propósito dessa ascensão inicial é propiciar certo acúmulo de energia potencial. O conceito de energia potencial, geralmente chamada de energia de posição, é bem simples: à medida que o vagão sobe, aumenta a distância em que a força da gravidade irá puxá-lo parabaixo. A energia potencial acumulada subindo a colina pode ser convertida em energia cinética.
Convertendo energia, a colina de elevação em uma montanha-russa serve para acumular energia potencial. Quando você começa a descer a primeira elevação, a gravidade faz com que toda a energia potencial armazenada seja convertida em energia cinética. A gravidade aplica uma força descendente constante sobreos vagões.
A energia na montanha-russa está sempre se convertendo de energia potencial para cinética e vice-versa. No topo da colina de elevação, a energia potencial está no seu valor máximo, já que o trem está no ponto mais alto possível. À medida que o trem desce a colina, esta energia potencial é convertida em energia cinética, e o trem acelera. Na base da colina, a energia cinética está nomáximo e a energia potencial no mínimo. A energia cinética impulsiona o trem até a segunda colina, aumentando o nível de energia potencial. Quando o trem entra no loop, há muita energia cinética e pouca energia potencial. A energia potencial aumenta à medida que o trem chega ao ápice do loop, mas logo é convertida novamente em energia cinética quando o trem termina a volta.
Os trilhos damontanha-russa servem para direcionar esta força; eles controlam a maneira como os vagões descem. Se os trilhos inclinam-se para baixo, a gravidade atrai a frente do vagão em direção ao chão, acelerando-o. Se os trilhos inclinam-se para cima, a gravidade aplica uma força descendente sobre a traseira do vagão, desacelerando-o.
Como um objeto em movimento tende a permanecer em movimento (Primeira Lei deNewton), o vagão manterá uma velocidade para frente mesmo ao subir o trilho, quando estará indo contra a força da gravidade. Quando o vagão sobe até o alto da colina seguinte à colina de elevação inicial, sua energia cinética converte-se novamente em energia potencial. Desta maneira, o percurso da pista está constantemente convertendo energia cinética em potencial e vice-versa. Essa variação na...
tracking img