Energia nuclear

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6673 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA

ENERGIA NUCLEAR NA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

JOICYLAINE MARCELA TAVARES
RENATA ALVES DE OLIVEIRA
WEBER ALMEIDA LIMA

Coronel Fabriciano, 2011
JOICYLAINE MARCELA TAVARES
RENATA ALVES DE OLIVEIRA
WEBER ALMEIDA LIMA

ENERGIA NUCLEAR NA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

Relatório apresentado ao Curso de Graduação em Engenharia Mecânica do CentroUniversitário do Leste de Minas Gerais, como requisito parcial para obtenção da nota final na disciplina Máquinas Térmicas.

Área de concentração Fontes de Energia Brasileira.
Orientador(a): Prof.Jorge Sussumu Yamana



Coronel Fabriciano, 2011

Sumário
INTRODUÇÃO 3
ENERGIA 4
USO DA ENERGIA 6
CONVERSÃO DA ENERGIA 7
CONVERSÃO PARA ENERGIA ELÉTRICA 8
O ÁTOMO 9
A ENERGIA NUCLEAR 11USINA NUCLEAR 13
PRÓS E CONTRAS DA ENERGIA NUCLEAR 19
ACIDENTES NUCLEARES 21
CONCLUSÃO 29
REFERENCIAS 30






























INTRODUÇÃO

A Energia Nuclear tem sido uma forma de obtenção de energia elétrica através da fissão nuclear controlada, mesmo sendo complexo todo cuidado necessário e o armazenamento dos resíduosatômicos a energia nuclear se mostra um processo eficiente na obtenção de energia elétrica, sendo utilizado por muitas nações. O Urânio 235 tem sido a principal matéria prima utilizada, através do seu enriquecimento.

Os acidentes nucleares tem sido o grande temor dos países o qual possui uma usina, como o acontecido na antiga União Soviética, onde uma nuvem radioativa foi levada para toda aEuropa.

ENERGIA

A energia é um conceito de vasta aplicação em física. É uma grandeza física que tradicionalmente se define como a capacidade de corpos e sistemas para realizar um trabalho.
A energia pode adotar diversas formas, podendo transformar-se de uma noutra forma (conversão de energia), embora não se crie nem se destrua (princípio da conservação da energia). Por exemplo, quando uma maçãcai, perde energia potencial gravitacional, ganhando a mesma quantidade de energia cinética.
Algumas das unidades mais utilizadas são o Joule (J) (unidade do Sistema Internacional), o eletro-volt (eV), o quilowatt-hora (kWh) e a caloria (cal). A energia é classificada em duas formas fundamentais: energia potencial, que é a energia armazenada num corpo ou num sistema em conseqüência da suaposição, forma ou estado (esta forma de energia inclui energia potencial gravitacional, energia elétrica, energia nuclear e energia química) e energia cinética que é a energia do movimento, e é usualmente definida como trabalho que será realizado sobre um corpo que possui energia, quando ele é levado ao repouso. O calor é outra forma de energia, que se deve à energia cinética associada aos átomos emoléculas de uma substância.
Os primeiros a definir a noção de energia foram o físico inglês James Prescott Joule (1818-1889) e o físico francês Nicolas Leonard Sadi Carnot (1796-1832) em relação à conversão do calor em energia mecânica, e vice-versa. Até meados do século XIX, o físico e matemático britânico William Thomson (1824-1904) e o físico alemão Rudolf Julius Clausius (1822-1888) provaram adiminuição da capacidade de realização de um trabalho por parte de um sistema isolado (degradação de energia). A formulação da teoria dos quanta de energia, descoberta pelo físico alemão Max Planck (1858-1947) em 1900, para além de considerar que a energia possui uma natureza corpuscular e descontínua, permitiu abrir o caminho para a explicação de efeitos tais como o fotoelétrico e possibilitar onascimento da teoria quântica da radiação. Finalmente, o físico alemão Albert Einstein (1879-1955) em 1905, ao demonstrar a equivalência entre massa e energia, constituiu a base dos processos nucleares. A teoria da relatividade de Einstein relaciona a energia E com a massa m através da equação: E = mc2, em que c é a velocidade da luz. Os recursos energéticos consistem no armazenamento de energia...
tracking img