En passant...

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (306 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Aponte-me cinco (apenas 5), dentre seus inúmeros colegas das redes sociais, que tinham uma cantora de Jazz no hall das favoritas! (OPS!) É sempre a mesma história: o fenômeno midiático dadesgraça, fomentado pela cultura frívola do "gossiping" (propagação endêmica), avalizado pelo conhecimento raso que prevalece na maioria das pessoas com relação a tudo (artes, ciência,filosofia, política, etc.)! Do pouco que li e vi, não sei o que é mais degradante, se a hipocrisia frente à perda de um talento ou a tendência mórbida de ridicularizar a morte como (talvez einconscientemente) um modo de defesa ao inevitável.

Mas o que muitos não se deram por conta é a moral da história: "A grande PROEZA é estar no controle, buscar o equilíbrio!"Genialidade é condição inata e consolidada pelo meio. Não sucumbir a sua inércia é a mais pura expressão da força interna e da superação! Além disso, tomando como proporção, quantos anônimosjovens ou, até mesmo, amigos próximos, perdemos para as muletas psicoativas (lícitas/ilícitas), em relação às vítimas famosas de overdose.
Portanto, ao contrário do que estupidamenteacredita-se, os bons não morrem jovens! Os tolos matam-se jovens! Infelizmente! A prova? Citaria uma lista imensurável de grandes personalidades que viveram até idade avançada, de Da Vinci aSinatra! Mas não nos cabe o julgamento! Como diz o poeta, "a ilusão é mãe da vida". Resta-nos complacência e o pesar.
Minha geração perdeu um ícone como Kurt, a de meu pai um gênio comoHendrix... E querem saber? Danem-se os MITOS! Eu gostaria muito de que essas pessoas estivessem por aqui, ainda hoje, fazendo barulho! Talvez assim, teríamos menos mediocridade e mais enlevo.Acreditem, a MAIOR rebeldia é sobreviver! Ainda que, de certo, somente a INcerteza. Este é o caminho mais duro, misterioso e fantástico que há!

Andre Slater
(um sobrevivente)
tracking img