A vida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3657 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS
CÂMPUS CIDADE DE GOIÁS
EDUCAÇÃO FÍSICA

Apostila de xadrez
Jogadas Especiais – Roque
Roque, no xadrez, é uma jogada especial que envolve a movimentação de duas peças no
mesmo lance. Sua função é proteger o Rei ao deslocá-lo para um dos cantos do tabuleiroe
conectar as torres na primeira fileira.
Condições do Roque
Para se poder efetuar um roque, as seguintes condições são necessárias:






Rei nunca foi movido;
Torre a usar no roque nunca foi movida;
Rei não está em xeque;
Nenhuma das casas pelas quais o rei irá passar ou ficar está sob ataque;
Casas entre o rei e a torre estão desocupadas.

É comum pensar-se que as regraspara o roque são mais rigorosas que na realidade. Para
clarificar:





Rei pode ter estado em xeque anteriormente;
Torre a usar no roque pode estar sob ataque;
Torre a usar no roque pode passar numa casa sob ataque (esta situação só é possível
em grande roque);
Ao rocar o enxadrista deve mover primeiro o Rei e depois a Torre.

Roque Pequeno ou Curto
No roque pequeno, o Reimovimenta-se duas casas em direção à Torre da ala do Rei (o
Rei branco vai para a casa g1, e o Rei preto vai para a casa g8). Em seguida a Torre é colocada
na casa que o Rei saltou (a Torre branca vai para f1, e a Torre preta vai para f8). É o roque mais
usual.
Roque Grande ou Longo
No roque grande, o Rei faz Roque com a Torre da ala da Dama (o Rei branco vai para a
casa c1, e o Rei preto vai paraa casa c8). A Torre vai para a casa que o Rei pulou (a Torre
branca vai para a casa d1, e a Torre preta vai para a casa d8).
Quando Rocar?
Não existe uma regra dizendo em que jogada deve ser feito o roque, mas é de consenso
que quanto antes, melhor. Antes da quarta jogada é impossível o roque (tem que tirar o cavalo e
o bispo do caminho, o que implica também a movimentação de um peão). Apartir do momento
em que o roque é possível, o jogador deve avaliar se vale a pena proteger o Rei ou se é mais
interessante desenvolver alguma jogada ou responder a alguma ameaça.

Câmpus Cidade de Goiás do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás
Quartel do XX, Praça Brasil Ramos Caiado s/n Centro. Cidade de Goiás - GO
CEP: 76600-000 – email:gabinete.cidadedegoias@ifg.edu.br

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS
CÂMPUS CIDADE DE GOIÁS
EDUCAÇÃO FÍSICA

Um conselho é tentar fazer o roque contrário ao roque do adversário (se o adversár io jogar
o roque do lado do Rei, jogue o roque do lado da Dama). Uma olhada cuidadosa no tabuleiro
também pode apontar o lado emque o adversário está mais forte e desenvolvido, caso em que o
roque deve ser jogado para o outro lado (por exemplo, se os Bispos e Cavalos encontram -se em
um lado, e há Peões no meio do tabuleiro, jogar o roque do outro lado do tabuleiro irá obrigar o
adversário a mover suas peças para o outro lado, perdendo tempo e tendo que reorganizar seu
ataque e defesa).
Etimologia (Origem de umapalavra ou vocábulo)
O termo roque provém do persa rukh, que significa "biga" e o pássaro místico de grande
poder chamado roc.
Jogadas Especiais – Em Passant
En passant (em francês: de passagem) é um movimento especial de captura do Peão no
jogo de xadrez. Na ocasião do avanço por duas casas do peão, caso haja um peão adversário na
coluna adjacente na quarta fileira para as brancas, ou quintapara as pretas, este pode capturar o
peão como se "de passagem", movendo-o para a casa por onde o peão capturado passou sobre.
A captura en passant pode ser feita imediatamente após o peão ter sido movido por duas casas,
caso contrário o jogador adversário perde o direito de fazê -lo posteriormente. Tal movimento é a
única ocasião no xadrez no qual a peça que captura não é movida para a casa...
tracking img