Eletrostatica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1081 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
DEPARTAMENTO DE FÍSICA
FÍSICA EXPERIMENTAL I

ELETROSTÁTICA

Larissa Silva Oliveira
Química Bacharelado
Professor: Giovanni Cordeiro

FORTALEZA-2012

OBJETIVOS
* Verificar a eletrização por atrito;
* Verificar a atração e a repulsão entre cargas elétricas;
* Identificar cargas;
* Verificar a condutibilidade elétrica;
* Verificar arigidez dielétrica;
* Conhecer o principio de funcionamento do gerador Van de Graaff.

MATERIAL

* Dois bastões de polipropileno;
* Dois bastões de acrílico;
* Papel;
* Eletroscópio;
* Isopor;
* Suporte para bastão com fio de seda;
* Tubo de neon;
* Bolinha de isopor;
* Bolinha aluminizada;
* Gerador Van de Graaff.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICAPROCEDIMENTOS
Na primeira aula pratica de Física experimental I, foi estudado sobre eletrostática. Primeiramente tomou-se conhecimento de todos os materiais que seriam uteis na prática e então se deu inicio aos experimentos.
I-ATRAÇÃO OU REPULSÃO ENTRE CARGAS ELÉTRICAS
Suspendeu-se um bastão de polipropileno através do suporte para bastão com fio de seda. Esfregou-se com um papel uma das pontas dobastão suspenso e da mesma forma esfregou-se outra extremidade do segundo bastão de polipropileno e aproximaram-se as extremidades carregadas uma da outra. Neste momento foi observado que houve repulsão entre os bastões de polipropileno. O procedimento descrito acima foi repetido substituindo-se apenas os dois bastões de polipropileno por dois bastões de acrílico que também foram friccionados eaproximados suas extremidades. Porém, ocorreu o contrário do que tinha sido verificado com bastões de polipropileno, os bastões de acrílico sofreram atração entre si. Feito isso, apenas um dos bastões foi trocado dessa vez, ou seja, um bastão de acrílico foi suspenso e friccionado enquanto um bastão de polipropileno também foi friccionado com um papel e aproximado do bastão de acrílico. Observou-seque os bastões distintos sofreram atração.
A seguir, montou-se o eletroscópio com o ponteiro na vertical. Um bastão de polipropileno foi friccionado com um papel e posto em contato com o corpo do eletroscópio, repetindo-se esse procedimento muitas vezes até carregar o eletroscópio. A partir de um determinado momento, todas as vezes que o eletroscópio era carregado, verificava-se que o ponteiroque estava na vertical inicialmente, inclinou-se um pouco de modo a se afastar do eletroscópio. Depois, usou-se um bastão de acrílico e repetiu-se o mesmo procedimento e de novo o ponteiro se repeliu do eletroscópio.
II- IDENTIFICAÇÃO DAS CARGAS
Segurou-se o tubo de neon por um dos extremos metálico e colocou-se o outro extremo em contato com o eletroscópio carregado por um bastão de acrílico.Verificou-se que houve uma descarga e o filamento que estava em contato com a mão acendeu. Depois repetiu-se o carregamento do eletroscópio com o bastão de polipropileno e dessa vez o filamento que estava em contato com o corpo carregado foi que acendeu.
III- CONDUTIVIDADE ELÉTRICA
Primeiro, aproximou-se um bastão de polipropileno carregado do ponteiro de eletroscópio descarregado e o ponteirofoi atraído pelo bastão. O mesmo ocorreu quando o procedimento foi repetido com o bastão de acrílico.
IV- GERADOR VAN DE GRAAFF
Ligou-se o gerador Van de Graaff por alguns instantes e aproximou-se o tubo de neon até acender o filamento próximo a mão. Após, aproximou-se uma bola de isopor suspensa por um fio até que a bola fosse atraída e tocasse o gerador. Este procedimento foi repetido comuma bola de alumínio suspensa por um fio, porem a mesma foi repelido pelo gerador.
V- RIGIDEZ DIELÉTRICA
Aproximou-se lentamente uma esfera metálica ao gerador Van de Graaff e mediu-se com uma régua a distância aproximada que há ruptura do poder isolante do ar. Depois se calculou o potencial criado pelo gerador sabendo que a rigidez dielétrica do ar seco é 800V/mm.

CONCLUSÕES E RESULTADOS...
tracking img