Eletrecidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8395 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS
CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS
CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA
CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO








Nome: Affonso Fonseca Ferreira
Pedro Henrique
Rafael Chagas
Sergio Luiz Dantas


“Aspectos Fundamentais de planejamento Energético.”















Teresópolis, RJ
Agosto de 2012





FUNDAÇÃOEDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS
CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS
CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA
CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

DISCIPLINA DE ELETRICIDADE APLICADA

PROFESSOR: JOÃO FELISARDO



Alunos: Affonso Fonseca Ferreira
Pedro Henrique
Rafael Chagas
Sergio Luiz Dantas


TEMA PROPOSTO:
“Aspectos Fundamentais
de planejamento Energético.”Teresópolis, RJ
Agosto de 2012
1 INTRODUÇÃO
É indiscutível a importância da energia no processo de desenvolvimento de uma nação. A forma como a energia será gerada e seus usos serão determinantes para garantir às gerações futuras possibilidades de aproveitamento dos recursos energéticos tal como é possível para as gerações atuais. Para tanto, o planejamento energéticotorna-se imprescindível. E nessa linha, não se pode mais pensar apenas no planejamento da expansão da oferta. Muitas outras preocupações de ordem sócio-ambiental fizeram o planejamento tradicional evoluir para um planejamento energético integrado.
Integrar ações de planejamento da expansão da oferta a medidas de gerenciamento pelo lado da demanda em um processo participativo, contemplandoriscos e incertezas com objetivos socioeconômicos e ambientais tornou-se fundamental na busca de boa parte dos problemas do setor energético que acometem os países em desenvolvimento. No Brasil, o evento do racionamento de energia elétrica em 2001 teve um importante papel em promover ainda que de maneira forçada, uma maior racionalidade no uso da eletricidade e estimular a eficiência energética.Mostrou que o potencial de conservação é enorme e que é possível atender às necessidades de energia a partir de medidas relativamente simples de substituição de equipamentos e racionalização do uso sem comprometer o conforto.
Considerando que a construção de alternativas consistentes para conciliar as necessidades de energia e desenvolvimento com a melhoria das condições de vida da população ea preservação do meio ambiente é objetivo do planejamento energético, apresentamos na primeira parte deste discurso uma conceituação de energia em suas formas primária, secundária, final e útil , a noção de fontes renováveis e não renováveis, uma descrição dos princípios básicos da termodinâmica e do rendimento das conversões energéticas, construindo assim um entendimento da dimensão energética esuas conseqüências.
Na seqüência, apresentamos uma introdução aos aspectos que relacionam energia e desenvolvimento, assim como os conceitos de eco-desenvolvimento e de desenvolvimento sustentável. Estas descrições abrem caminho para a narrativa que aborda a importância do planejamento energético e um breve histórico do processo no Brasil, abordando os tipos de modelos de projeção de ofertae consumo de energia e sua aplicação, as metodologias de análise prospectiva de cenários, a determinação do plano de ação para uma planejamento integrado de recursos na esfera regional, sua implementação e as barreiras ao planejamento energético integrado.

2 CONCEITUAÇÃO DE ENERGIA
A energia é um insumo básico, praticamente utilizado em todas as atividades da sociedade moderna,produzindo bens e serviços, substituindo o trabalho humano ou fornecendo conforto. Existem diversas definições para a energia, podendo ser citadas: “capacidade de produzir trabalho”, “capacidade de um sistema produzir ações externas” ou “propriedade da matéria que se move”. Uma definição bastante completa, segundo RADOVIC (2005), considera a energia uma propriedade da matéria que pode ser convertida em...
tracking img